Empresa é multada em R$ 30 mil por descarte irregular de entulho em área de ressaca

Fiscais da Prefeitura de Macapá multaram na manhã desta sexta-feira, 3, o responsável por uma empresa de materiais de construção e recolhimento de entulho. A multa, no valor de R$ 30 mil, foi devido à prática de descarte irregular de entulho e lixo em uma área de ressaca. A denúncia foi feita por um morador do bairro Congós e encaminhada para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam).

 

As fotos enviadas para o Departamento de Fiscalização mostram o carro da empresa despejando entulho próximo a uma área de ressaca, na Av. Telêmaco Mira Martins, no Congós. O proprietário foi autuado de acordo com a Lei Ambiental 948/98. No local, foi encontrada uma grande quantidade de material proveniente de obras, como pedaços de madeiras, colchões velhos e galhos de árvores.

 

Segundo o titular da Semam, Márcio Pimentel, esse tipo de prática causa grandes transtornos para quem mora nas proximidades por onde passa a área de ressaca. “Essa prática de aterrar essas áreas causa grandes problemas no futuro, principalmente durante o período de chuvas, pois o aterro impedirá a vazão natural das águas das chuvas e provocará inundações, e quem sofre com isso é a população. A Prefeitura de Macapá tem trabalhado de forma constante no combate a esse crime ambiental e a participação da população é fundamental”, relata.

 

Além da multa, o responsável pela empresa tem o prazo de 48 horas para retirar todo o material despejado no local. A Secretaria de Meio Ambiente disponibiliza o Disk Denúncia (99117-5511), onde os munícipes podem enviar fotos e vídeos pelo aplicativo WhatsApp.

 

Aline Brito

Assessora de comunicação/Semam

Contato: 99171-6190

Deixe uma resposta