Nova série brasileira da Netflix vai contar nascimento da Bossa Nova

Plataforma de streaming anunciou investimento em produção cujo intuito é levar ‘uma era de ouro na história do país para o centro das atenções’

A transição entre os anos 1950 e 1960 no Brasil será retratada na nova série nacional da Netflix, Coisa mais linda. A produção original do serviço de streaming em parceria com os estúdios Prodigo Films retratará o nascimento da Bossa Nova no Rio de Janeiro e a revolução cultural provocada pelo surgimento do movimento. A série, que tem previsão do início das filmagens para o ano que vem, pretende trazer “uma era de ouro na história do país para o centro das atenções”.

Foram encomendados oito episódios para a primeira temporada, que deve estrear ainda no ano que vem. O elenco ainda não foi divulgado pela Netflix, mas a trama acompanhará a história de Maria Luiza, descrita como uma mulher dependente do pai, Ademar, e do marido, Pedro, que desaparece. Após o sumiço, ela se muda de São Paulo para o Rio de Janeiro e decide transformar o restaurante que Pedro estava abrindo na cidade em uma casa noturna de Bossa Nova, o que provoca também uma mudança pessoal a partir de “novas amigas liberais e feministas”.

“Além de ser ambientada em uma época vibrante na cultura brasileira, a série conta uma história mais ampla sobre a autodescoberta, a busca dos sonhos e a emancipação das mulheres, temas incrivelmente relevantes para o nosso público tanto no Brasil quanto no mundo”, disse Erik Barmack, vice-presidente de conteúdo original internacional da plataforma de streaming. Coisa mais linda foi criada por Heather Roth e Giuliano Cedroni e escrita por Pati Corso e Leo Moreira.

Veja mais no Diário de Pernambuco

Deixe uma resposta