População em situação de rua de Macapá vira estrela em ação social

Restabelecer os vínculos perdidos com a família e reinseri-los na sociedade. Esta é a proposta que a Prefeitura de Macapá trabalha com a população em situação de rua. E como parte dessa meta, foi realizada na sexta-feira, 15, a Ação Social POP, em parceria com a igreja Reviver.

A ação começou com higienização, logo após foi servido o café da manhã. Também teve abordagem social e serviços, como corte de cabelo, limpeza de pele, massoterapia, atendimentos de saúde – teste rápido (HIV, sífilis, hepatite B e C), aferição de glicemia e PA – e dinâmicas em grupo. A ação contou com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Mas o ponto ápice da festa foi quando esse público entoou em uma só voz a música Então é Natal, durante a apresentação do coral Asa Livre, formado pela população em condição de rua assistida pela Secretaria de Assistência Social e do Trabalho (Semast). “É uma sensação única. Estamos sendo respeitados e tratados com dignidade. Nunca pensei em fazer parte de um coral. Ensaiamos todos os dias e fizemos o melhor. Nossa recompensa é o tratamento que recebemos no Centro Especializado em População de Rua (Centro-POP), que é administrado pela gestão municipal”, alegou Carlos Silva.

Cerca de cinquenta usuários participaram do evento, que foi finalizado com almoço/ceia de natal. “A prefeitura tem encarado com seriedade o trabalho com essa população. Trabalhamos de forma humanizada para resgatar a dignidade dessas pessoas. Isto é gratificante para todos nós”, declarou o titular da Semast, Lucas Abrahão.

“Eu me emocionei e me senti tão valorizado. Foi linda nossa apresentação. Todo mundo tirando foto da gente, cantei com muita vontade”, declarou o usuário do Centro POP Eduardo Silva. O pastor Kelson, da igreja Reviver, disse que a ação foi maravilhosa e pretende repetir a parceria com a Prefeitura  de Macapá.

Lilian Monteiro

Deixe uma resposta

WhatsApp chat