Cortejo do Banzeiro em homenagem aos 260 anos de Macapá está confirmado para 4 de fevereiro

Dia 4 de fevereiro é o aniversário de 260 anos de Macapá, e o Banzeiro do Brilho-de-fogo mais uma vez estará fazendo o cortejo nas ruas em homenagem à cidade e seus moradores.  Batuqueiros, mulheres do Cordão das Açucenas, crianças do Jardim do Banzeiro estarão arrastando o público para acompanhar os integrantes do Cortejo no itinerário, que inicia na Catedral de São José nova, e segue até a praça Floriano Peixoto, com música, dança, marabaixeiras e arte circense. O Cortejo inicia após a missa de aniversário da cidade.

O Banzeiro do Brilho-de-fogo fará parte da programação do aniversário de Macapá pelo quarto ano consecutivo, e é responsável por levar o povo para a praça Floriano Peixoto e dar início à programação oficial de responsabilidade da Prefeitura de Macapá (PMM). “É nossa homenagem à cidade, e uma forma de retribuirmos com beleza, cultura e música o que conquistamos, que foi o respeito do público e o encantamento dos integrantes”, disse Alan Gomes, da coordenação. Fazem parte ainda da coordenação do projeto, Adelson Preto, Paulinho Bastos, Melissa Silva e Ricardo Iraguani.

O projeto iniciou em 2014, por iniciativa de um grupo de artistas e produtores culturais, que pretendia, através da iniciação musical, promover a música amapaense, valorizar e a cultura, e ser uma vitrine viva das tradições, pioneiros, história e povo da região. Foram formadas turmas de crianças, jovens, adultos e idosos, que participavam das oficinas fixas e itinerantes, para aprender a produzir adereços, tocar e confeccionar instrumentos de percussão. Os alunos viraram batuqueiros, açucenas e crianças do jardim, e saem nos cortejos do Banzeiro pelas ruas em datas pontuais, em julho, dezembro e fevereiro, no aniversário de Macapá.

O coordenador Paulinho Bastos explica que o projeto foi pensado para retratar Macapá, a cultura e tradições, mas o alcance social e cultural levou naturalmente o projeto a ser uma iniciativa que representa todo o estado. “No Banzeiro cabe toda nossa região, e ele cabe o coração de todos, independente do endereço, hoje ele pertence ao povo, sem distinção de localização ou qualquer outro traço de diferença. Vamos homenagear Macapá com muita música e alegria, desfilar nossas tradições do batuque e marabaixo, das saias floridas e amor por esta cidade”.

Em 2018 o projeto volta com as oficinas de percussão itinerantes, que deram início às primeiras turmas de batuqueiros. Realizadas em praças, associações, escolas, faculdades e o quilombo do Curiaú, as oficinas são coordenadas por instrutores do Banzeiro, mestres da cultura popular e instrumentistas. “Estamos voltando à origem do projeto, que são as oficinas que acontecem durante o ano inteiro, que formam a base do banzeiro, para iniciar musicalmente crianças e pessoas de todas as idades, uma verdadeira aula de música ministrada por profissionais da percussão”, enfatiza Adelson Preto, coordenador geral do projeto.

O Cortejo de Aniversário de 260 anos de Macapá sairá após missa, 9h, da frente da Catedral de São José, e segue até a praça Floriano Peixoto, onde dará início à programação cultural que se estenderá durante todo o dia 4 de fevereiro. O cortejo será acompanhado por artistas de circo, grupos de marabaixo e população, que segue dançando os batuqueiros, açucenas e crianças do Jardim do Banzeiro.

Serviços:

Concentração para o Cortejo: 8h

Local: Av: General Gurjão, ao lado da nova catedral

Saída: 9h

Mariléia Maciel

Deixe uma resposta