População já pode acessar plataforma Macapá Rumo aos 300 Anos

Já está online a plataforma que ajudará a Prefeitura de Macapá (a atual e as futuras gestões) a planejar a capital para os próximos 40 anos, quando a cidade completará, em 2058, seu tricentenário. O lançamento aconteceu na manhã desta quarta-feira, 31, no auditório do Sebrae, onde autoridades públicas, empresários, munícipes e estudantes prestigiaram o evento.

Pelo endereço www.300anos.macapa.br, que pode ser acessado de computador, tablet ou celular com acesso à internet, os cidadãos, bem como instituições públicas, privadas e não governamentais, poderão ajudar a mudar a cara do Município nas próximas décadas, transformando-a em um lugar melhor, com vistas no desenvolvimento econômico, social e cultural.

“A proposta desse projeto é um exercício que envolve disposição política, responsabilidade com Macapá, técnica, método e muita vontade de enxergar o futuro, o qual sempre nos atropelou, mas que também foi bastante generoso. Queremos inverter a lógica do ‘já teve’, com a construção de bens públicos permanentes para a cidade, para o cidadão, por isso, é importante o envolvimento e comprometimento de todos. Não é uma tarefa de um prefeito só, um plano de governo, muito menos de gestão ou de gestões, e sim da sociedade”, define o prefeito Clécio Luís.

O projeto quer, além de engajar a coletividade, estimular o debate com a coletividade sobre vetores estratégicos de desenvolvimento, como a cultura de grãos, meio ambiente, mobilidade, exploração petrolífera, Zona Franca Verde, porto de Macapá, entre outros eixos. “É um desafio à sociedade, a qual é a maior impulsionadora desse desenvolvimento que só se faz com planejamento e exercício constante”, considera o prefeito.

Por ser visionária, a proposta atraiu a atenção de representantes de diversos segmentos, a exemplo do empresariado local. “Se no passado Macapá fosse pensada dessa forma, em longo prazo, muitos de nossos problemas não existiriam hoje. Precisamos trazer o desenvolvimento para diminuirmos as diferenças em nossa cidade”, considerou o empresário Jaime Nunes.

Discursaram ainda no evento o representante da Assembleia Legislativa do Amapá, deputado Paulo Lemos, o superintendente do Sebrae Amapá, Carlos Alvarenga, a juíza Stella Ramos, o juiz Reginaldo Andrade, o promotor de Justiça do Ministério Público do Amapá, Paulo Celso Ramos e o senador Davi Alcolumbre.

Ao final do evento, o prefeito Clécio Luís assinou o Termo de Cooperação Técnica com a Universidade Federal do Amapá (Unifap), com o objetivo de estimular estudos científicos que também contribuam com as propostas de desenvolvimento.

Júnior Nery

Assessor de comunicação/PMM

Fotos: Rui Brandão

Deixe uma resposta