Terremoto em Taiwan deixa sete mortos e mais de 200 feridos

Sete pessoas morreram e mais de 250 ficaram feridas na cidade taiwanesa de Hualien, após um terremoto de magnitude 6,4, que provocou o desabamento de um hotel e danos em outros edifícios.

Nesta quarta-feira, as equipes de resgate procuravam pessoas que ficaram presas nos escombros.

As autoridades não sabem o número exato de pessoas desaparecidas após o terremoto que sacudiu a cidade portuária da região leste de Taiwan, um dos principais destinos turísticos da ilha.

As equipes de resgate concentravam os esforços em um edifício residencial de 12 andares, o Yun Tsui, que teve os andares inferiores destruídos.

Este prédio, que abrigava igualmente um restaurante, lojas e um hotel, pendia perigosamente.

De acordo com os bombeiros, 67 dos 213 moradores do imóvel, seguiam desaparecidos nesta tarde.

Os bombeiros indicaram que seis pessoas morreram em toda a cidade e que 88 estavam desaparecidas às 14h00 (3h00 de Brasília).

Dez pessoas foram salvas do edifício. As buscas foram temporariamente suspensas no início da tarde por causa do temor do desabamento total da construção. Engenheiros se esforçavam para consolidar a estrutura com blocos de concreto e vigas de aço.

Um morador relatou à AFP que viu o Yun Tsui balançar. “Vi o primeiro andar desabar. E então todo o resto começou a pender e o quarto andar se tornou o primeiro”, explicou Lu Chih-son, de 35 anos, que assistiu ao resgate de cerca de 20 pessoas.

“Minha família está bem, mas um vizinho ficou ferido. Não queremos voltar para casa. Tem havido muitas réplicas”.

Chen Chih-wei, de 80 anos, dormia em seu apartamento no último andar no momento do terremoto. “Minha cama ficou na vertical. Estava dormindo e de repente fiquei de pé”, explicou.

Outros cinco edifícios, entre eles um hospital, também foram afetados. As imagens da televisão mostravam rodovias cheias de escombros e rachaduras.

De acordo com um balanço oficial, 214 pessoas ficaram feridas, 117 foram resgatadas dos edifícios afetados e 830 estavam em abrigos.

O primeiro-ministro, William Lai, disse que duas pessoas morreram no terremoto em Hualien.

Veja mais no site O Tempo

Deixe uma resposta