Apuí decreta situação de emergência por causa da elevação do rio

distrito afetado é o de Sucundurí, a 100 quilômetros da sede do município. Cinquenta e quatro famílias foram para casa de parentes ou para abrigos montados pela prefeitura numa escola e no Centro Social da cidade.

No município, já foi prestado o primeiro atendimento às famílias com ajuda humanitária e o deslocamento para as áreas seguras. A Defesa Civil estadual vai dar apoio técnico na região, como explica o secretário adjunto do órgão, Hermógenes Rabelo. “Nós vamos deslocar uma equipe técnica da Defesa Civil para que faça uma análise das necessidades que precisam minimizar o impacto das famílias nesse município”.

Com a evolução do cenário da enchente, a Defesa Civil do Amazonas também emitiu essa semana, “Estado de Alerta” para toda a calha do Madeira, considerando o aumento do nível do rio, e transbordamentos de áreas em Manicoré e Apuí.

O “Estado de Alerta” abrange os seis municípios da calha: Humaitá, Manicoré, Novo Aripuanã, Apuí, Borba e Nova Olinda do Norte.

Outros 12 municípios nas calhas do Purus e do Juruá estão em estado de atenção.

Clique no player e ouça o Repórter Nacional – Amazônia.

Ouça também nesta edição:

– Açaí começa o ano com alta no preço

EBC

Deixe uma resposta

WhatsApp chat