Polícia Federal prende quadrilha de tráfico internacional de drogas no Amapá.

Macapá/AP – Na tarde de hoje, 19.02.11, Policiais Federais da Delegacia de Repressão ao Tráfico de Entorpecentes da Superintendência Regional do Estado do Amapá, efetuaram a apreensão de cerca de 3,2 quilos de pasta de cocaína no porto de Santana (AP) e a prisão de três pessoas.

Durante investigações ocorridas durante a “Operação Sentinela”, os Policiais Federais descobriram que um barco vindo de Belém chegaria na tarde de hoje na cidade de Santana transportando entorpecentes.

Entre os passageiros do barco estavam o boliviano J.Z.J. (49), dono do entorpecente e a brasileira D.K.B.C. (21) que transportava a droga dentro de sua mala, atuando como “mula”.

Quando o barco chegou no porto de Santana, os dois foram recebido pelo peruano L.S.C. (34), responsável pelo recebimento e distribuição da droga em Macapá.

Logo após sair da área portuária, o grupo foi preso em flagrante pelos federais. Realizada uma revista, a droga foi encontrada no fundo falso da mala de D.K.B.C. embalada em uma lona preta na forma de uma manta.

J.Z.J. já foi condenado na cidade de Santa Cruz de La Sierra, Bolívia a uma pena de 11 anos de prisão por tráfico internacional de drogas para o Brasil, no ano de 2000.

L.S.C. foi apreendido sem documentos, tendo sido realizada a identificação criminal. Posteriormente será mantido contato com a Interpol a fim de descobrir sua real identidade, bem como se possui condenações em outros países.

Todos foram indiciados nos crimes de tráfico de drogas e associação, previstos nos artigos 33 e 35 da Lei n.º 11.343/2006. Se condenados, podem receber penas de até 25 anos de reclusão.

Esta é a terceira apreensão de entorpecentes realizada pela Polícia Federal no porto de Santana em 2011, totalizando cerca de 10 kg de pasta de cocaína apreendidos. Se processada, esta droga se transformaria em milhares de pedras de crack que seriam consumidas nos Estado do Amapá.

A “Operação Sentinela” é uma ação permanente da Polícia Federal, em âmbito nacional, com o objetivo de combater o tráfico de armas e entorpecentes, nos estados brasileiros fronteiriços. No ano passado, a Polícia Federal impediu a entrada de quase 60 quilos de pasta de cocaína no Estado do Amapá.

Por Comunicação Social / Superintendência da Polícia Federal no Amapá

Deixe uma resposta