Nota de esclarecimento do P-SOL

No dia 1º de março, no Programa Tribuna Independente da TV Rede Vida, o caríssimo jornalista da Jovem Pan José Maria Trindade, cumprindo o papel de uma imprensa livre e democrática a qual o PSOL sempre defenderá, questionou o Senador Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) acerca de possível uso indevido de recursos públicos pelo ex-senador José Nery Azevedo (PSOL/PA).

O jornalista afirmou ter recebido correspondência de prestação de contas do ex-senador com data de postagem de 16 de fevereiro, ou seja, quando este já não exercia o mandato parlamentar.

A bancada do PSOL cumpre o dever de esclarecer que não houve em nenhum momento, do mandato do ex-senador Nery, qualquer desvio de conduta no uso dos recursos públicos. Em 13 de dezembro de 2010 foi solicitada à Secretaria Especial de Editoração e Publicações a publicação de 30 mil jornais contendo a prestação de contas da atividade parlamentar (como consta do documento em anexo). O pedido tramitou normalmente e ficou pronto em meados de janeiro.

É natural que o setor responsável pelo envio das correspondências dos senadores tenha tido problemas para garantir que todas as publicações fossem enviadas até o dia 31 de janeiro de 2011, último dia de mandato de dois terços dos senadores. Este acúmulo de solicitações explica o envio tardio de parte das correspondências solicitadas pelo ex-senador Nery e provavelmente pelos demais senadores que se despediam do Senado Federal.

Brasília, 03 de março de 2011.

Marinor Brito – Líder do PSOL/Senadora do Pará

Randolfe Rodrigues – Senador do Amapá

Deixe uma resposta