‘The Economist’ chama Eike de ‘vendedor do Brasil’ em perfil

Com o título de “O Vendedor do Brasil”, a revista britânica “The Economist” publicou nesta semana um perfil do empresário Eike Batista.

A reportagem conta a trajetória dele, desde quando era vendedor de seguros de porta em porta até se tornar o homem mais rico do Brasil, com fortuna estimada em US$ 30 bilhões.

A publicação diz que o executivo “é mais do que Mark Zuckerberg”, fundador do Facebook, e que Eike não vai descansar até passar ao primeiro lugar no ranking dos mais ricos, no lugar do mexicano Carlos Slim.

Segundo o texto, o empresário descreve a si mesmo como “um labrador caçador de trufas”, uma referência à exploração das minas.

No entanto, a reportagem ressalta o potencial vendedor de Eike, que o ajudou a se tornar o sétimo mais rico do mundo e fala das críticas que vem recebendo de que “é um vendedor bom demais para ser verdade”.

Conta que ele criou o império EBX, mas que poucos dos projetos já resultaram em lucros, alguns foram listados quando ainda eram pouco mais do que uma ideia, diz a revista. Cita reportagens que questionam a capacidade de Eike de entregar o que promete, mas diz que o empresário afirma que já entregou muito.

O texto sugere uma conclusão ao final: “mais cedo ou mais tarde, o vendedor do Brasil terá que entregar”.

viaAgência de Notícias – JORNAL FLORIPA – www.jornalfloripa.com.br.

Deixe uma resposta