Educa

Concorrência e erros fazem Nokia anunciar demissões de 10 mil

A empresa anunciou plano global para cortar 10 mil funcionários até o final de 2013 e vender a Verdu, fabricante de celulares de luxo

A finlandesa Nokia vai cortar 10 mil funcionários globais até o final de 2013, mirando uma redução de custos operacionais da ordem de 2 bilhões de dólares anuais. Além disso, a empresa colocou à venda a empresa Verdu, de celulares de luxo.

A companhia garante que não mudou seus planos de aumentar o investimento em celulares convencionais e nos smartphones baseados no sistema operacional Windows Phone, da Microsoft, e aposta em recursos de câmera, tecnologia de navegação e localização geográfica e redução dos custos dos aparelhos para fazer a virada. Mas não vai ser fácil mudar a rota de colisão contra Apple e Samsung.

Na área de despesas, a Nokia também anunciou a redução de investimento em pesquisa e desenvolvimento e consequente fechamento da fábrica em Salo, na Finlândia, embora mantendo o laboratório de pesquisa funcionando no local.

A Nokia anunciou em abril vendas de 9,7 bilhões de dólares, queda de 29% sobre o ano anterior, com prejuízo líquido de 1,17 bilhão de dólares, comparado com um lucro líquido de 433 milhões de dólares no ano anterior. O problema está que a empresa foi pega no meio de um mercado em queda para celulares convencionais e uma venda ainda pequena de smartphones Windows Phone.

Idgnow

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.