Sarney recusa-se a gravar mensagem de apoio a Roberto Goes

Por Leandro Mazzini – Coluna Esplanada.com – Brasília
Velho cacique de bom faro na vida pública, especialmente para identificar quando as coisas não caminham bem com seus aliados, o senador José Sarney (PMDB/AP), distante das eleições no Maranhão e no Amapá, deu um discreto fora no prefeito de Macapá, Roberto Góes (PDT). Candidato à reeleição, Góes esteve na residência de Sarney em Brasília, há um mês, e pediu para que o cacique gravasse mensagem de apoio para a TV. Ouviu um ‘vamos avaliar’ que soa como uma longa e interminável espera.Roberto Góes disputa a eleição com liminar da Justiça e toque de recolher às 22h. Caso ultrapasse pode ter o registro cassado. Em 2010 ele foi preso pela PF com o primo, o ex-governador Valdez Góes, na Operação Mãos Limpas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: