Clécio vai lutar pela transformação do Bailique em município

O arquipélago do Bailique tem oito ilhas com 48 comunidades, somando uma população de cerca de 12 mil habitantes. Clécio 50 defende que a região, rica em pescado, agricultura, produção de carne e artesanato, seja transformada em município. Vai criar condições favoráveis, solucionando problemas básicos e dotando as comunidades de infraestrutura.

Saúde

· Clécio 50 vai ampliar as equipes do PSF para cinco:

· Recuperar e ampliar os 12 postos de saúde:

· Construir mais quatro postos de saúde nas comunidades de Livramento, Freguesia, Macedonia e Foz do Gurijuba;

· Transformar o posto de saúde e Vila Progresso em Unidade Mista de Saúde, com laboratório para exames de rotina e centro cirúrgico para cirurgias de pequeno porte.

· Contratar médicos para os postos de saúde.

· Adquirir uma ambulancha com equipamentos de primeiros socorros.

· Instalar depósitos adequados para lixo hospitalar nos postos de saúde.

Educação

· Clécio 50 vai ampliar a educação infantil para, pelo menos, mais três comunidades localizadas: Carneiro, Buritizal e Itamatatuba;

· Contratar transporte escolar para tender todas as comunidades.

Fornecimento de água

· Clécio 50 vai reformar os sistemas de abastecimento de água tratada existentes e construir novos sistemas para abastecer as comunidades que ainda não tem.

Energia elétrica

· Clécio 50 vai recuperar os 10 grupos geradores existentes, acoplando motores de longa duração.

· Atuar em parceria com a Companhia de Eletricidade do Amapá na busca de solução definitiva para o fornecimento de energia elétrica para o arquipélago.

Coleta de lixo

· Clécio 50 vai regularizar a coleta do lixo em todas as comunidades;

· Contratar mais 10 garis;

· Instalar mais oito PECs (depósitos) para o recolhimento do lixo;

· Regularizar o transporte que coleta o lixo até Macapá;

· Compra um barco para fazer a coleta do lixo entre as comunidades.

Juventude

· Clécio 50 vai implantar cursos profissionalizantes;

· Programas de combate ao alcoolismo e uso de drogas;

· Implantar o Conselho Tutelar e políticas de combate à prostituição infanto-juvenil;

· Contribuir com a organização dos esportes de base, através de realização regular de torneios; manutenção das quadras de esportes existentes e construção de uma quadra poliesportiva em Vila Progresso.

Setor primário

· Clécio 50 vai capacitar técnicos e comprar equipamentos para apoiar a produção de carne vermelha, carne suína, melancia, banana, abóbora, pescado, camarão, açaí, palmito de açaí e todos os outros produtos do arquipélago.

· Incentivar o artesanato com capacitação e investimentos.

Deixe uma resposta