CGTP pede no Terreiro do Paço uma “grande greve geral”

Foto: Steven Governo/Globo Imagens

Arménio Carlos anunciou, este sábado, frente aos milhares que encheram o Terreiro do Paço que, na próxima quarta-feira, um Conselho Nacional Extraordinário da CGTP discutirá a realização de uma “grande greve geral”.

No final do discurso do secretário-geral da CGTP, alguns manifestantes começaram a desmobilizar do Terreiro do Paço.

“Se não ouvirem a voz do povo a bem, então vão ter de ouvir a voz do povo a mal”, avisou Arménio Carlos.

“Passos Coelho que vá embora e o mais depressa possível”, exigiu o secretário-geral da CGTP, garantindo que a “CGTP não aceitará a redução de salários num cêntimo que seja”.

“Não aceitamos políticas que levem ao naufrágio e ao afundamento do pais”, acrescentou.

O Metro de Lisboa não consegue dar resposta aos milhares de pessoas que tentam chegar ao Terreiro do Paço.

JN

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: