Polícia acha mais de mil documentos na casa do ex-mordomo do papa

Agentes da força policial do Vaticano encontraram mais de mil documentos importantes, muitos com a assinatura do papa Bento XVI, na casa do ex-mordomo Paolo Gabriele.

Divulgação

Durante a audiência da última terça-feira, o ex-mordomo denunciou suposto mau trato que sofreu pelos agentes do Vaticano. Gabriele afirmou que permaneceu detido em uma cela que não cumpria os requisitos mínimos, até o ponto de não poder esticar os braços, além de sofrer pressão psicológica.

“Desde o primeiro momento, o comandante do Corpo da Gendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano, Domenico Giani, deu ordem a todos de tutelar Gabriele, sua família e seus filhos, e ele mesmo nos agradeceu o tratamento recebido”, disse um dos agentes.

Paolo Gabriele é acusado de roubo com agravantes de documentos reservados do pontífice, podendo ser condenado a até quatro anos de prisão.

SRZD

Deixe uma resposta