Equipe de transição trabalha para não perder recursos do PAC

Em consulta prévia feita ao Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, referente a recursos de 2012, a Comissão de Transição do prefeito eleito de Macapá, Clécio Luís (PSOL), detectou que a prefeitura de Macapá cadastrou o município para dois projetos que podem não sair do papel se os prazos para apresentação de projetos não forem cumpridos. O montante é superior a R$ 19 milhões em recursos para pavimentação e sistema de água.

A primeira proposta, no valor de R$ 9 milhões, é destinada a projeto de recuperação de vias de grande fluxo no centro da cidade. Trata-se do polígono que compreende a av. Feliciano Coelho, a rua Leopoldo Machado, a av. Ernestino Borges, fechando com a rua Cândido Mendes. O dinheiro servirá para melhorar essas vias com drenagem, meio-fio, calçadas com acessibilidade e mobilidade urbana no padrão exigido pela legislação federal. Para que o recurso não seja perdido, a equipe de transição trabalha junto aos técnicos da PMM para que o projeto seja apresentado até a próxima, sexta-feira (23), prazo limite.

Para a construção do sistema isolado de abastecimento de água no Distrito do Coração, há R$ 10.200.000,00 cadastrados no PAC Saneamento. Com esse recurso será possível construir a elevatória, o reservatório para tratamento e distribuição, além da rede de distribuição domiciliária. Para esse fim, o prazo é um pouco mais elástico, até o final do ano. Mas, a equipe também atua para que o valor não seja perdido.

Deixe uma resposta