Mulher morre durante lipoaspiração e implante de silicone em clínica de SP

Médico disse que Maria Irlene Silva, de 43 anos, morreu após parada cardíaca durante cirurgia. Polícia Civil irá investigar clínica da Vila Nova Conceição, na zona sul

Maria Irlene Soares da Silva, de 43 anos
Maria Irlene Soares da Silva, de 43 anos

A motorista Maria Irlene Soares da Silva, de 43 anos, morreu durante uma cirurgia de lipoaspiração e implante de silicone em uma clínica especializada, na zona sul de São Paulo. O estabelecimento que fica na rua Diogo Jacome, na Vila Nova Conceição, será investigado pela Polícia Civil.

Leia também:  Atriz morre após ter fígado perfurado durante lipoaspiração 

Mais: ‘Qualquer um se confunde’, diz estagiária que aplicou café com leite na veia

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), em depoimento à polícia, o dono da clínica afimou que a morte de Maria Irlene ocorreu após uma parada cardíaca durante o procedimento cirúrgico. A vítima, segundo ele, realizou previamente todos os exames para poder passar pela cirurgia e não foi encontrado nenhuma irregularidade.

O caso foi registrado como morte suspeita no 15º DP, do Itaim Bibi, também na zona sul. O delegado Paul Henry Verduraz abriu um inquérito policial para investigar a clínica e seus trabalhos. Há a informação que nos últimos quatro meses o local registrou outra morte por complicações durante procedimentos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: