Formação de planeta gigante pode ter sido captada por telescópio

ESO
ESO

Os astrônomos do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês), acreditam que conseguiram observar a formação de um protoplaneta, ou seja, um planeta gigante. O corpo celeste em questão foi encontrado quando ainda estava se desenvolvendo, isto é, ele ainda estava envolto por um disco de gás e poeira.

A equipe liderada por Sacha Quanz, do Instituto de Tecnologia de Zurique, na Suíça, foi responsável por encontrar o planeta em formação, ao qual ainda estava rodeando a jovem estrela HD100546. A descoberta surgiu quando a equipe estava estudando o disco de gás e poeira ao redor da estrela, que está situada a 335 anos-luz da Terra.

“Até agora, a formação de planetas tem sido um tópico desenvolvido essencialmente por simulações de computador”, diz Sascha Quanz. “Se a nossa descoberta for confirmada como realmente um planeta em formação, então pela primeira vez os cientistas poderão estudar de forma empírica o processo de formação planetária e a interação entre um planeta em formação e o seu meio circundante, desde a fase primordial.”

Caso a descoberta seja mesmo confirmada, tal achado ajudará melhor na compreensão de como surgem os planetas.

Oficina da Net

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.