PMM e GEA formalizam frente de trabalho para reconstruir Macapá

O mais amplo programa de reconstrução de Macapá foi anunciado hoje, 25, pelo governador Camilo Capiberibe, prefeito Clécio Luís e senadores João Capiberibe e Randolfe Rodrigues, autor da definição da frente de trabalho. A união de orçamentos e equipes técnicas dará reforço às ações que o município já trabalha para resolver problemas emergenciais da cidade. O Governo do Estado e a Prefeitura de Macapá irão trabalhar em regime de cooperação nas áreas de saúde, limpeza da cidade e operação para recuperação de vias.

A formalização da parceria é considerada pelos aliados como estratégica para o progresso da capital e que reflete em todo o estado. “Não estamos repassando para o Estado as responsabilidades do município, mas diante da situação e necessidade, essa parceria é inevitável. Vamos trabalhar em regime de sistema. Esse é o grande desafio, o Estado vai continuar com suas atribuições assim como o Município. Acredito que esta parceria será modelo, pela divisão de compromissos com responsabilidade”, disse o prefeito.

O governador Camilo reafirmou o que disse o prefeito e completou que, “o ato representa uma nova política de cooperação com integração das atribuições do Estado e Município”. Ele explicou que a parceria só foi possível após a abertura do orçamento do Estado e porque agora a PMM tem total domínio das reais necessidades da cidade e do Município. “O Governo vai entrar em todas as ações emergenciais do município. Estamos dispostos a trabalhar de mãos dadas por Macapá”, declarou o governador.

O prefeito Clécio detalhou que as parcerias estão sendo planejadas a curto e longo prazos. “As de áreas emergenciais serão colocadas em prática de imediato, mas outras serão trabalhadas. Reconhecemos que sem essa parceria seria mais difícil, estamos há poucas semanas para chegarmos aos 100 dias e muitos fatores se sobrepõem e dificultam a administração. A partir de agora vamos conjugar esforços e potencializar recursos, principalmente os técnicos. Precisamos resgatar a credibilidade para que a população volte a procurar serviços do município”, disse o prefeito.

Ficou definido que o estado dará apoio para que o município coloque em funcionamento serviços básicos na rede de saúde; a PMM irá aumentar para 12 as equipes de tapa buraco e o Estado vai dobrar estas equipes que darão solução paliativa até a chegada do verão; o estado será responsável pela reconstrução de passarelas em áreas de ressaca e o município irá limpar os lagos com máquinas e trabalhadores com equipamentos especiais. O governador se comprometeu ainda em ceder salas de aula e professores para resolver as deficiências do município e, se necessário, aumentar a contrapartida para o Hospital Metropolitano.

O senador Randolfe Rodrigues garantiu que a formalização da parceria é resultado da eleição passada em que a população decidiu por eleger Clécio. Para o senador João Capiberibe a união de lideranças políticas, GEA, PMM e comunidade, é essencial para Macapá. “São três jovens políticos que têm em comum a trajetória de lutas anti-corrupção. A coesão promove avanços, a divisão, não”, afirmou o senador.

Coordenadoria de Comunicação

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.