Escola Família do Cedro pede socorro em Tartarugalzinho

Fazem 07 meses que o Governo do Estado não repassa qualquer valor para a manutenção da Escola Família. Foto: Divulgação
Fazem 07 meses que o Governo do Estado não repassa qualquer valor para a manutenção da Escola Família. Foto: Divulgação

Dando prosseguimento a uma série de visitas às comunidades interioranas no Município de Tartarugalzinho, o Juiz Heraldo costa, titular daquela Comarca desta visitou o Assentamento do Cedro.

Estiveram presentes na comitiva cidadã o Juiz Heraldo Costa, o Promotor Alexandre Monteiro, a Defensora Socorro, o Prefeito Municipal e dois vereadores representando a Câmara de Vereadores.

Na localidade, a caravana foi recebida com muito entusiasmo pela comunidade. Todos falaram da alegria de estarem ali e ouviram os representantes da comunidade quanto aos seus mais legítimos anseios, principalmente nas áreas da educação, saúde e segurança.

Após a reunião com a comunidade, que reuniu mais de cem pessoas, as autoridades foram visitar as instalações públicas naquela comunidade.

O que deixou a todos preocupados foi a situação de calamidade que vida a escola família do Cedro, totalmente abandonada pelo Governo do Estado.

Em conversa com a comunidade estudantil, professores e a diretora, o Juiz Heraldo Costa ficou preocupado em ouvir que fazem 07 meses que o Governo do Estado não repassa qualquer valor para a manutenção da Escola Família, no montante mensal de R$ 50.000,00. Quer dizer, desde o final do ano passado.

O Juiz Heraldo quis saber como a Diretora faz para que os trabalhos não sejam interrompidos. Ela informou que os professores que recebem do valor que é repassado pelo Governo do Estado estão trabalhando de graça e precisa recorrer aos agricultores locais para conseguir verduras e legumas para providenciar alguma alimentação aos alunos.

Durante a visita o Juiz Heraldo e as autoridades puderam comprovar a situação calamitosa, pois, na noite do dia 13 de junho havia somente uma mortadela para fazer para o jantar. Detalhe: 85 alunos estudam e moram na escola família do Cedro.

O Juiz se comprometeu com os alunos e os professores de encaminhar solicitação ao Governo do Estado – Secretaria de Educação para que regularize a situação, bem como divulgar nos meios de comunicação esta situação de abandono da Educação de adolescentes e jovens do Estado do Amapá.

Qualquer contato para informação: Juiz Heraldo Costa 91144096

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.