Semast e Semsa convocam beneficiários do Programa Bolsa-Família da Zona Sul para acompanhamento nutricional

Beneficiários do Programa Bolsa-Família, moradores da Zona Sul de Macapá, irão receber as equipes de profissionais da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast) e da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para acompanhamento nutricional. A Ação será realizada nesta quinta-feira, 27, das 8h das 17h, na Escola Estadual Sebastiana Lenir. O monitoramento, tecnicamente conhecido como antropometria, é exigido pelo Ministério da Saúde e Combate à Fome (MDS) para que o benefício não seja bloqueado.

O acompanhamento antropométrico é a averiguação nutricional de cada membro da família, através da verificação de peso e altura. Caso haja a comprovação de algum tipo de risco (peso baixo ou elevado, e estatura muito baixa), os mesmos serão orientados quanto aos hábitos de uma alimentação saudável ou encaminhados à consulta com nutricionista, médico ou enfermeiro. “A Ação visa alimentar o Cadastro Único (CadÚnico) e cumprir a condicionalidade do Governo Federal, já que a família inserida no Programa terá o benefício bloqueado se não se apresentar para o acompanhamento antropométrico”, comenta o secretário da Semast, Gilvano Moraes.

É indispensável que as famílias residentes na Zona Sul e que são beneficiárias do Programa Bolsa-Família passem pelo monitoramento. Muitos já compareceram nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), porém, o índice de atendimento antropométrico no município de Macapá ainda é baixo. “A ação foi organizada exclusivamente para pessoas que ainda não fizeram o acompanhamento antropométrico, pois as mesmas correm o risco de ter o benefício bloqueado pelo Governo Federal. A Prefeitura já atendeu a Zona Norte, agora é a vez dos beneficiários da Zona Sul”, frisa o secretário.

O Município recebe do governo federal recursos para custear o Programa Bolsa-Família. Esse valor é repassado de acordo com o número de pessoas beneficiárias. Se o índice de famílias cadastradas for baixo, a verba repassada também será baixa, isso prejudica os beneficiários. “Ano passado a Prefeitura perdeu os recursos, por causa da inadequada prestação de contas. Este ano, depois de muita articulação, conseguimos resgatar o suficiente para a aquisição de materiais de expediente, capacitação dos atendentes e outras demandas do Programa. Por isso, o município está cumprindo todas as exigências do MDS, não só para aumentar o índice de saúde em Macapá, como para manter esses recursos para melhor atender os beneficiários”, esclarece a subsecretária da Semast, Tatiana Rezende.

Os dados serão encaminhados ao MDS, para serem inseridos nos indicadores de saúde do município. Segundo estudos realizados pela Prefeitura, até o ano passado o índice da saúde em Macapá se destacava como o pior entre os demais municípios brasileiros. No entanto, esses dados passados não levavam em consideração a não realização do monitoramento, que não era aplicado pela gestão anterior, ou pelo menos da forma como deveria.

A Escola Estadual Sebastiana Lenir fica localizada na Av. Diógenes Silva, 123, bairro Buritizal, entre as Ruas Santos Dumond e Hildemar Maia.

Renata Marques – Asscom Semast

Fotos: Edivaldo Ribeiro – Asscom PMM

Um comentário em “Semast e Semsa convocam beneficiários do Programa Bolsa-Família da Zona Sul para acompanhamento nutricional

  • junho 27, 2013 em 3:35 am
    Permalink

    Muito bom! Finalmente encontrei um artigo que soube informar o local do acompanhamento. Nem no G1 não dizia nada.

    Resposta

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.