Creap cria grupo para atender pais de filhos com deficiência

Quando os pais descobrem que o seu bebê apresenta alguma deficiência, sentem-se perdidos e precisam de tempo para elaborar ideias. Nesse momento, surgem inúmeras dúvidas em relação à vida e ao futuro da criança e do seu relacionamento com a sociedade. Pensando nesse convívio, o Centro de Reabilitação do Amapá (Creap) criou o grupo “Pais & Filhos: Ressignificando a Deficiência”.

O grupo surgiu como proposta de continuação do projeto Grupo de Apoio em Reabilitação (GAR), desenvolvido no Centro, em decorrência da inquietação dos profissionais que atuam na reabilitação infantil sobre a dificuldade dos pais em compartilhar a experiência de ter um filho com deficiência durante o atendimento tradicional em reabilitação.

“Movidos pelo desejo de oportunizar aos pais um momento de escuta e reflexão sobre suas próprias angústias, o grupo objetiva favorecer esse espaço de relações, através da troca de experiências entre eles e a equipe multiprofissional do Creap”, explica a coordenadora do Centro, Fernanda Rocha.

Já foram realizados dez encontros semanais, totalizando 80 atendimentos, onde se discutiram questões sobre a expectativa dos pais em relação ao período gestacional, ao nascimento, ao recebimento do diagnóstico de alteração no desenvolvimento de seus filhos, além de aspectos envolvendo a importância do brincar e da estimulação para o alcance de metas relacionadas a esse desenvolvimento.

“Os profissionais envolvidos no projeto atuam nas Clínicas de Estimulação Precoce, Infantil e Adulto do Creap, constituindo equipe multiprofissional com terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionista, psicólogos e assistentes sociais”, comenta Fernanda.

Araciara Macêdo/Sesa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.