Baiuca

Biblioteca Elcy Lacerda Promove curso básico de Braille

Agência Amapá

A-A+Tamanho da Letra

Educadores participam de oficina que introduz método Braille para todosCom objetivo de difundir o Sistema Braille para todas as áreas, não só para professores, mas para toda a comunidade geral, a Biblioteca Pública Estadual Elcy Lacerda em parceria com a Secretaria Estadual de Educação realiza o curso básico de Braille de 8h às 12h, no auditório da biblioteca, com encerramento na próxima quinta-feira, 12.

De acordo com a diretora da Biblioteca Elcy  Lacerdar, Lulih Rojamski, O curso básico de Braille que teve início desde segunda-feira,2, é mais uma das atividades educacionais da Biblioteca, e foi aberto para acadêmicos, professores e comunidades interessados nessa atividade. 30 vagas foram disponíveis e todas preenchidas.

“A escolha desse curso foi devido termos uma sala de Literatura em Braille e acervo, e com isso gostaríamos de ter além das pessoas que tem deficiência visual, queremos que outras pessoas, acadêmicos, professores, estudantes  também tivessem essa qualificação, esse conhecimento de como fazer essa leitura em Braille”, pontuou a diretoraLuli Rojansk, diretora da Biblioteca Pública Elcy Lacerda, incentiva o método Braille

Durante o curso, está sendo estudado o sistema Braille, que possui seis pontinhos, onde formam 66 combinações. Com essas combinações,  o aluno cego pode fazer suas atividades de Matemática, Língua Portuguesa, Química, Física, entre outras disciplinas.

Para a professora que está ministrando o curso, Jane Oliveira, apesar do sistema Braille ser criado no século passado, mas ainda até hoje há pessoas que desconhecem esse sistema, e da sua importância. ” Um aluno que é cego, uma pessoa que é deficiente precisa desse apoio. O apoio da comunidade e nós fazemos parte dessa comunidade, e a sociedade tem que ter esse conhecimento para nos dar força e suporte para outras atividades” frisou a professora

A estudante de Sociologia, Glaucia Corrêa, que no futuro pretende ser professora, diz que o curso básico de Braille está sendo excelente e muito importante para a sua formação.

“Estou gostando muito desse curso, e é muito importante, principalmente para quem é professor e para nós que estamos formando para ser educadores. Vamos encontrar pessoas especiais em sala de aula, e lidar  com crianças e adolescentes que tem esses problemas, e que são especiais”,ressaltou Corrêa.

O Sistema Braille é um sistema de leitura e escrita tátil que consta de seis pontos em relevo, dispostos em duas colunas de três pontos. Os seis pontos formam o que convencionou-se chamar de “cela Braille”.

Dorislene Muniz/ Secom

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.