Governador Camilo Capiberibe confirma: Hospital de Oiapoque será entregue no fim deste ano

“Será o maior hospital do interior do Estado do Amapá”. Foi com esse entusiasmo que o governador Camilo Capiberibe resumiu a visita que fez no Hospital de Oiapoque na manhã de sábado, 14. Ele conheceu as instalações da chamada Unidade Básica de Saúde, mas que, pela estrutura que está ganhando, passará ser um Hospital de Oiapoque de pequeno porte.

Acompanhado do secretário de Infraestrutura, Amilton Coutinho, e da secretária de Saúde, Olinda Araújo, o governador Camilo Capiberibe iniciou sua visita no primeiro bloco, que foi construído recentemente e já está funcionando. Ele conversou com enfermeiros e enfermeiras que fazem o atendimento aos pacientes do município.

Em seguida, as autoridades foram até o segundo bloco que foi totalmente reformado e ampliado, onde funcionará uma enfermaria com capacidades para 20 leitos. Nesse bloco o governador também conheceu a sala onde ficará o raio-X, consultório de ultrassonografia e o laboratório.

Logo depois, foram mostradas ao governador, no terceiro bloco, as futuras instalações do moderno centro cirúrgico obstétrico, enfermaria para mais 21 leitos e a sala de cirurgia. Os ambientes PPP (Pré-parto, Parto e Pós-parto) também estão em fase de conclusão.

No quarto bloco a comitiva conheceu o apoio logístico onde ficará a cozinha, refeitório, lavanderia e vestiários. Por fim, o governador visitou as instalações do moderno sistema de fornecimento de energia e viu o grande e novo gerador que já está colocado na subestação.

O governador Camilo Capiberibe ficou muito contente com o que viu e elogiou o andamento célere da obra executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf).

“Saí dali com a real sensação de que, no fim do ano, vamos entregar esse hospital para a população de Oiapoque. O município terá a melhor infraestrutura hospitalar do nosso Estado, e essa será a primeira grande obra da saúde que irei entregar e vai ser aqui em Oiapoque. Estou muito feliz”.

Com mais de 90% dos trabalhos concluídos, a Seinf entrega a obra em outubro e o hospital será entreghue à população em novembro. Somadas todas as benfeitorias feitas nessa gestão, o Hospital de Oiapoque receberá investimentos que ultrapassam os R$ 6 milhões.

Parteiras indígenas valorizadas

Ao lado do Hospital de Oiapoque funcionou por muitos anos a Casa das Prateiras do Oiapoque Julieta Palmerim. Ela prestava apoio às parturientes e parteiras que vinham de aldeias indígenas da região e precisavam de um lugar para se alocar. O prédio foi abandonado na gestão anterior e agora o Governo do Estado irá reformar e estruturar a Casa das Parteiras.

Um projeto da deputada federal Janete Capiberibe, a Casa das Parteiras do Oiapoque é de suma importância no apoio às parteiras indígenas, uma vez que todos os partos nas aldeias são feitos por elas.

A presidente da Associação do Movimento das Parteiras Tradicionais do Oiapoque (Amparto), Jane Bordalo, disse que ficou muito feliz ao saber que a casa seria revitalizada.

“É um momento de alegria, pois é uma notícia que veio em boa hora. Isso mostra o reconhecimento que o governador Camilo Capiberibe tem com as parteiras. Ficamos esquecidas na antiga gestão e agora nossa tradição será valorizada”, afirmou.

O secretário de Infraestrutura visitou o prédio abandonado e afirmou que, dentro de 20 dias, a secretaria inicia as obras no local.

Samu fará atendimentos de emergência

Outra obra que está praticamente pronta em Oiapoque é a do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O prédio fica próximo à BR-156 para facilitar o acesso, caso necessário, a um atendimento na rodovia.

Com investimentos de exatos R$ 521.068,80, o Samu de Oiapoque é um “braço” importante na estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS). É ele quem faz, por exemplo, o primeiro atendimento a uma vítima grave de acidente automotivo.

Para a obra ser concluída faltam apenas o término da construção do muro e a construção do dick, onde as ambulâncias são lavadas.

Álvaro Penha/Seinf

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.