Batalha de Bandas: Apagão e chuva interrompem evento

As quatro concorrentes integrarão a programação do Festival Quebramar 2013

O músico João Amorim, um dos artistas participantes da Batalha de Bandas 2013

A sexta edição do Festival Quebramar, já demonstra ser uma edição inesquecível. No último sábado (28) aconteceria uma das etapas do Festival Quebramar 2013, intitulada Batalha de Bandas, onde bandas e artistas se enfrentam em busca de uma vaga na programação oficial do festival. A grande diferença em 2013 é que as quatro bandas participantes do evento: Morrigam, João Amorim, O Sósia e Resistência Pública, agora, tocarão no Anfiteatro da Fortaleza de São José, onde localiza-se o palco principal do festival.

A Batalha foi adiada para o dia seguinte (29) devido ao apagão que atingiu vários bairros de Macapá por aproximadamente duas horas, impossibilitando a realização do evento. No dia seguinte, uma chuva forte caiu e, após entendimento entre coordenação, júri e bandas optou-se por inserir as quatro atrações na programação oficial do Festival Quebramar 2013.

“Estamos numa região tropical onde a chuva é sempre presente e às vezes ela vem mais forte. Avaliamos que seria injusto seguir na disputa pela vaga tendo essa interferência na apresentação dos artistas. Por isso, resolvemos inserir as quatro bandas na programação do Festival”, explicou um dos coordenadores do evento, Otto Ramos.

Mais de 25 bandas/artistas amapaenses se inscreveram para participar da Batalha de Bandas. As inscrições ocorreram no primeiro semestre de 2013, via plataforma virtual de diálogo entre artistas e produtores intitulada Toque no Brasil. Em 2012, a banda Mental Caos foi a grande vencedora, apresentando-se no palco principal do Quebramar.

Festival Quebramar

Público prestigia o Festival Quebramar 2012

Considerado um dos maiores festivais de artes integradas da Amazônia, o Festival Quebramar inseriu o Amapá no mapa da cena musical independente do Brasil. Em 2013, o festival completa seis anos e acontece de 29 de outubro a 03 de novembro e traz em sua programação nomes importantes do cenário cultural do Brasil, além de artistas de destaque da Região Norte. O Quebramar 2013 é apresentado pela Petrobras, após ser contemplado pelo Programa Petrobras Cultural na seleção de festivais de música.

Desde seu surgimento, em 2008, o Quebramar já envolveu cerca de 600 músicos, em 150 shows e recebeu mais de 30 atividades de formação, dentre painéis e oficinas. Este ano já foram realizadas quatro Prévias em escolas da rede estadual de ensino e a Batalha de Bandas.

Quebramar na Escola

O Festival Quebramar 2013 acontece em seis dias consecutivos com shows musicais, espetáculo teatral, e em todos os dias, rodas de discussão sobre arte e cultura, oficinas livres, exposição de artes visuais permanentes e mostras de audiovisual em parceria com os grupos cineclubistas locais. Estima-se o envolvimento de aproximadamente 60 agentes culturais da Amazônia e demais regiões do país nas atividades do Festival.

Na edição anterior, oito mil pessoas participaram da programação, que ocupou inúmeros espaços de Macapá, durante seis dias, com atividades de formação, circulação, difusão e integração, utilizando-se da aplicação de tecnologias livres em sua composição.

Patrocinadores

O Festival Quebramar 2013 é apresentado pela Petrobras, após ser contemplado pelo Programa Petrobras Cultural. Apoio Locoreggae Promoções e Eventos. Apoio Cultural Prefeitura Municipal de Macapá e Governo do Estado do Amapá. Integra o Circuito Amazônico de Festivais Independentes e Rede Brasil de Festivais. Realização Casa Fora do Eixo Amapá, Casa Fora do Eixo Amazônia, Fora do Eixo, Ministério da Cultura e Governo Federal.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.