Educa

Dilma Rousseff oferece apoio à manifestante detida na Rússia

A manifestante do Greenpeace, que está detida na Rússia desde 18 de setembro, voltaria ao Brasil no fim de outubro

Reprodução Twitter
Reprodução Twitter

Dilma Rousseff declarou nessa quinta-feira, 10, através da rede social Twitter, que havia solicitado ao ministro Luiz Alberto Figueiredo toda a assistência à militante brasileira da organização ambientalista Greenpeace, detida na Rússia há quase um mês.

 A presidente pediu que fosse feito um “contato de alto nível” com o governo russo, com o objetivo de achar uma solução breve.

O Povo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.