Educa

Economia do Sul cresce o dobro da brasileira

Educa
O índice incorpora informações sobre o nível da atividade dos três setores da economia. Foto: Reprodução
O índice incorpora informações sobre o nível da atividade dos três setores da economia. Foto: Reprodução

Na quinta-feira (13), o BC divulgou em Curitiba o boletim regional trimestral. De acordo com dados da instituição, a região sul obteve, em 2013, IBC-Br de 5,4%. A região obteve o maior crescimento do índice, deixando para trás o Centro-Oeste (2,3%) e até mesmo o Sudeste (1,4%). O desempenho na região foi puxado pelo Rio Grande do Sul que alcançou crescimento de 7,6% no IBC-Br. Já o Paraná teve um aumento de 4,4% no nível de atividade econômica. Santa Catarina não está considerado no levantamento do BC, pois  a instituição apresenta as condições da economia por regiões e por alguns estados do país apenas. O Estado de São Paulo, considerado o pulmão econômico do país, teve crescimento de 2%.

O IBC-Br é uma forma de avaliar como está a evolução da atividade econômica brasileira. O índice incorpora informações sobre o nível da atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária. O acompanhamento do indicador é considerado importante pelo BC para que haja maior compreensão da atividade econômica.

Revista Amanhã

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.