Educa

Setap inaugura posto de recadastramento da meia-passagem em Santana

Educa
Após a conclusão do cadastro, quem não se regularizou terá o cartão. Foto: Ascom Setap
Após a conclusão do cadastro, quem não se regularizou terá o cartão. Foto: Ascom Setap

Em função da baixa procura pelo benefício da meia-passagem, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) resolveu ampliar os postos de atendimento. A partir desta segunda-feira, 24, os estudantes que moram em Santana poderão ser atendidos com o serviço exclusivo de recadastro no terminal rodoviário do bairro Nova Brasília O atendimento será das 8h às 16h.

 Na primeira semana de atendimento, menos de dois e quinhentos estudantes procuraram os postos de cadastramento e recadastramento da meia-passagem. Foram cerca de 1.500 recadastros e mil novos cadastros.  Um número que preocupa o Setap, já que são esperados 55 mil beneficiários até 31 de março, quando termina todo o trabalho. O horário de atendimento é das 8h às 18h. Os estudantes novamente deixarão para última hora, como ocorre todos os anos, apesar da campanha massiva para antecipar o cadastramento.

Em Macapá,os locais já definidos para o cadastramento são: Subprefeitura da Zona Norte e Escola Municipal Hildemar Maia (bairro do trem, atrás do Trem Desportivo Clube).

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) identificou que aproximadamente  25% dos passageiros do transporte público não pagam passagem. Destes, 25% são utilizações indevidas, como o uso do cartão de meia-passagem por terceiros.

Como não foi possível montar um link desse sistema em Santana, este ano não haverá cadastramento no  Terminal Rodoviário de Santana, mas novos espaços estão em estudo, além da possibilidade de um posto itinerante que vai percorrer escolas e universidades.

 A partir de uma rodada de reuniões entre Setap, CTMac e Setrap, ficou definido que os documentos necessários tanto para cadastro quanto recadastro são: declaração escolar ou comprovante de matrícula assinada pelo diretor da unidade (original), RG ou Certidão de Nascimento (cópia) e comprovante de residência (cópia).  As certidões de matrículas eletrônicas, como as que são expedidas pela Unifap, só terão validade após a autenticação no site da instituição.

 No caso dos beneficiários do Passe Social, além destes documentos, ele precisa apresentar uma declaração de que é beneficiário do programa. Se for aluno da rede estadual, essa declaração é expedida pela Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims). Se for aluno da rede municipal, pela CTMac.

Caso o aluno tenha perdido a carteira e deseje pedir uma segunda via, deve fazer um boletim de ocorrência da perda e levar junto com os demais documentos.

 O aluno que teve o cartão retido pelo Setap por uso indevido deverá se deslocar até a sede do Setap para fazer o resgate do documento, pagando uma taxa de R$ 31,50.

 O estudante poderá obter o formulário de cadastro e recadastro nos postos de atendimento ou pelo site www.vtsetap.com.br. Após a conclusão do cadastro, quem não se regularizou terá o cartão bloqueado.

 Não há necessidade de cadastro para alunos com menos de 7 anos. Para este público, é garantida a gratuidade, desde que esteja acompanhado de um adulto.

Ascom Setap

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.