Educa

Boêmios do Laguinho e Império da Zona Norte encerram programação na Central do Carnaval

Boêmios do Laguinho e Império da Zona Norte encerram com muito samba, que animou e contagiou o público, a programação da Central do Carnaval, na noite deste domingo, 23. Milhares de foliões prestigiaram a pré-temporada carnavalesca no entorno do Monumento Marco Zero do Equador.

Foram cinco fins de semana regados de muito samba e animação no palco da Central do Carnaval. Durante a pré-temporada, estima-se que mais de quatro mil foliões prestigiaram as apresentações durante cada domingo.

Grupos de samba e as baterias e passistas das dez escolas de samba do Amapá deram um show de apresentação durante as programações. Cada agremiação teve a oportunidade de mostrar ao público o que cada uma levará para a Avenida Ivaldo Veras nos dias 28 de fevereiro e 01 de março, durante o desfile oficial no Sambódromo.

Na última noite, a comunidade da Zona Norte foi enaltecida pela Escola de Samba Mocidade Independente Império da Zona Norte. Com o enredo "Dos Jardins do Mundo, Eu Faço Meu Império de Ilusões", a bateria azul, amarelo e branco, comandada pelo mestre Beçola, emocionou seus brincantes e simpatizantes.

A escola levou para o meio do mundo uma demonstração da evolução de sua comissão de frente e a coreografia do casal de mestre-sala e porta-bandeira Tinho Mocidade e Suane Brazão, que acompanhados pela beleza e o gingado da rainha de bateria, Oryenne Fernandes, colocaram o público para sambar, com o enredo da Águia Imperial, interpretado por Pavarote.

Em seguida, a nação vermelha e branca de Boêmios do Laguinho tomou conta do Marco Zero do Equador. A bateria pororoca mostrou o que vai fazer na avenida no dia 1º de março, quando a escola é a penúltima a desfilar no Sambódromo. A frente do palco, uma comissão de frente, composta pelos integrantes da escolinha de passistas Nega Vânia, e escolinha de mestre-sala e porta-bandeira João Falconery de Sena. encantou o público.

No palco, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira Janderson Chocolate e Alessandra Azevedo, a rainha de bateria Nega Vânia, a vencedora do concurso Rainha das Rainhas, Juliana Mayara, e a pequena Ana Carolina, representante da escolinha de passistas, contagiaram o público ao som do enredo "É Boemia, Amor!".

Sem parar de sambar, o empresário Alex Feliciano disse que vai sentir falta das programações. Apaixonado pelo samba e pela escola Boêmios do Laguinho, ele prestigiou todas as noites na Central do Carnaval e aprovou a pré-temporada carnavalesca. "Tem tudo haver, carnaval e o meio do mundo no nosso Estado, temos que evidenciar os nossos pontos turísticos e agregar a eles toda essa animação que tem o carnaval. Muito boa à ideia de trazer a festa para o monumento, agora é preparar para sair na avenida" disse empolgado o brincante.

A pré-temporada da Central do Carnaval encerrou, mas as lojas das agremiações carnavalescas continuam com a comercialização de fantasias e produtos símbolos das escolas de samba, nos horários de 9h às 19h, no Monumento Marco Zero do Equador.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.