Educa

Inovação na Saúde: Hospital de Emergência implanta projeto de Telemedicina

Nesta quarta-feira, 26, o Hospital de Emergência implanta o projeto "Telemedicina no Apoio Diagnóstico e Terapêutico ao Doente Grave nas Emergências". O secretário de Estado da Saúde, Jardel Nunes, receberá equipe médica do Hospital Israelita Albert Einstein e multiprofissional do HE para reunião técnica e apresentação.

A solenidade acontecerá na Secretaria de Estado da Saúde, às 15h, com a participação de médicos, enfermeiros, farmacêuticos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, psicólogos, além de gestores, apoiadores de rede, coordenadores de urgências no Estado e demais profissionais de saúde.

O serviço integra o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), em parceria com a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein(HIAE).

Segundo o diretor do HE, enfermeiro Regiclaudo Silva, o projeto Telemedicina é mais uma ferramenta tecnológica ágil e eficiente que dará suporte ao hospital para a troca de experiências entre médicos especialistas e até realização de consulta assistida de pacientes a distância.

O projeto de Telemedicina prevê a implantação de uma Central de Telemedicina – portátil/móvel, com recursos de áudio e vídeo – para comunicação, em tempo real, nas unidades de emergência e nas salas de terapia intensiva dos hospitais selecionados. O serviço vai permitir avaliação a distância de pacientes graves em regime contínuo com prioridade para as especialidades de cardiologia, neurologia, traumatologia e terapia intensiva.

A partir da operacionalização do serviço, as informações clínicas e imagens do Hospital de Emergência serão transmitidas para um médico especialista do Hospital Israelita, que disponibilizará cirurgião, intensivista, neurologista e cardiologista e especialista em imagem. Os exames de imagem serão transmitidos via PACS (Picture Archiving and Communication System) ou por meio de uma câmera com alta resolução, permitindo que o caso de cada paciente assistido pelo HE, quando necessário, seja discutido e avaliado de forma interativa.

Além do Amapá, o projeto de Telemedicina será implantado ainda neste mês no Hospital Municipal de Santarém (PA) e no Hospital Geral de Roraima (RR).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.