Juiz condena deputado Bala Rocha por improbidade e fraude

O juiz de 1º Grau, Paulo Cesar do Vale Madeira, condenou por improbidade administrativa e fraude em licitação, o deputado federal Sebastião “Bala” Rocha; A condenação está no processo: 0018210-63.2008.8.03.0001, gerado após ação dos Ministérios Públicos Federal, Estadual e da Polícia Federal, que investigaram fraudes no processo licitatório e execução das obras de reforma e adaptação do Hospital de Especialidade de Macapá – Alberto Lima

3 DE ABRIL DE 2014 ÀS 13:15

Rodrigo Juarez do Amapá 247 – Segundo o Ministério Público, o então secretário de estado da saúde do governo Waldez Góes, Sebastião Bala Rocha, era quem decidia com quem ficaria a obra, que foi direcionada para a empresa Método Norte Engenharia.

Em sua decisão o magistrado destaca Bala Rocha como um dos principais responsáveis pelos desvios e imoralidades administrativas dentro da Administração Pública, por que era secretário de saúde e tinha poder maior na decisão, sendo referido pelos donos da Empresa Método que também são réus na ação, como a pessoa que recebia as propinas em dinheiro para que as manipulações saíssem do jeito que desejavam.

Para o juiz Paulo Madeira, Bala Rocha deve ressarcir em mais de R$ 1 milhão os cofres públicos, perder sua função pública e ter seus direitos políticos suspensos por 5 anos.

Com a decisão, Bala Rocha ingressou com Embargos de Declaração alegando omissão e contradição na sentença, mas o Juiz Paulo Madeira rejeitou ação e manteve a condenação.

O deputado federal, Bala Rocha, ainda tem direito a recursos em juízo e em instancias superiores.

O processo em andamento, além de Bala Rocha, investiga outros nove envolvidos, no suposto esquema que desviou mais de R$ 2 milhões da Secretária de Saúde do Amapá.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.