Educa

Gramado da Arena Amazônia causa polêmica internacional

Jornais estrangeiros estamparam imagens do campo do estádio brasileiro e mostraram preocupação com o estado do gramado

Folhapress

Fotos mostram o campo da Arena Amazônia em más condições, com áreas secas e amareladas. Foto: Divulgação
Fotos mostram o campo da Arena Amazônia em más condições, com áreas secas e amareladas. Foto: Divulgação

Imagens do gramado da Arena Amazônia feitas por uma agência francesa levantaram polêmica em Manaus. As fotos mostram o campo em más condições, com áreas secas e amareladas, e muitas falhas, a poucos dias da primeira partida na cidade, sábado (14), quando jogam Itália x Inglaterra.

Jornais estrangeiros, como o “Washington Post”, dos EUA, e o “Daily Mirror”, da Inglaterra, estamparam as imagens em tom de preocupação. “O estádio de Manaus não está terminado e o gramado está em más condições”, diz a publicação americana.

A questão foi levantada por jornalistas durante entrevista coletiva com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), e o governador do Amazonas, José Melo (Pros), na manhã desta quarta-feira (11). Inicialmente, ambos evitaram responder, argumentando que a questão caberia apenas ao COL (Comitê Organizador Local). Mas depois saíram em defesa do estádio.

“Já realizamos vários jogos, grandes clássicos nacionais, e o estádio e o gramado se mostraram perfeitos”, disse o governador.

Segundo o novo coordenador da UGP Copa em Manaus, Evandro Melo, irmão do governador, a foto que causou polêmica foi tirada há quatro dias. “O gramado já está bem melhor desde então”, disse.

Após a entrevista, a Fifa liberou a captação de imagens à beira do campo. O gramado aparentava estar em melhores condições, mas ainda tinha algumas falhas e evidenciava pontos secos e amarelados. Ainda não havia a demarcação das listras brancas, e um operário cortava a grama.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.