Educa

Cantor de Jazz Jimmy Scott morre aos 88 anos

A esposa do artista afirmou que antes Scott tinha passado por um período bem complicado de doença. Foto: Reprodução
A esposa do artista afirmou que antes Scott tinha passado por um período bem complicado de doença. Foto: Reprodução

O cantor de jazz Jimmy Scott faleceu em sua casa na última quinta-feira (12) na cidade de  Las Vegas, nos EUA. Scott era conhecido como o “cantor dos cantores” e era admirado por lendas como Ray Charles e Lou Reed. Ele foi vítima de uma parada cardíaca enquanto dormia.

Através de uma entrevista no sábado, 14, a esposa do artista confirmou a morte do mesmo e afirmou que antes Scott tinha passado por um período bem complicado de doença. Ele tinha 88 anos.

Ainda hoje, ele era reverenciado por figuras da música como Reed, Quincy Jones e Madonna por interpretar standards da música americana com seu registro vocal característico e alto. Sua voz incomum foi resultado de uma doença genética rara chamada síndrome de Kallmann, que impede o portador de atingir a puberdade, causando, assim, o não desenvolvimento da voz, além de alguns distúrbios de crescimento.

Scott disse que só depois dos seus 30 anos aprendeu a aceitar a sua voz original. “Bem, eu aprendi que era um presente e que eu era capaz de cantar desse jeito”, ele disse ao New York Times Magazine.

O cantor tocou com lendas do jazz como Charles Mingus, Lester Young e Charlie Parker na sua canção de maior sucesso “Everybody’s somebody’s fool”. Jimmy se retirou do ramo da música em 1960 por ter se frustrado com a indústria musical.

Diário 24hs

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.