Amapá adere à campanha Outubro Rosa no combate ao câncer de mama

O Governo do Amapá adere à campanha nacional Outubro Rosa, criada com o objetivo de ajudar na prevenção e no combate ao câncer de mama. A proposta da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) é promover ações integradas com as secretarias municipais de Saúde, Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres (SEPM) e demais parceiros.

A enfermeira Jaiany Alencar Rolim, da Área Técnica das Doenças Crônicas Não Transmissíveis do Estado, antecipou que, entre as ações previstas para o mês de outubro, destacam-se a realização do "Dia D" na prevenção e no combate ao câncer de mama com a oferta do exame de mamografia a dezenas de mulheres com idades acima de 40 anos.

Ações educativas e preventivas

A Sesa planeja ainda ações educativas e preventivas com o objetivo de orientar e informar quanto às medidas de combate ao câncer de mama. "Além dessas ações, o Estado aproveita para divulgar os serviços disponíveis na rede de atendimento com foco na saúde da mulher", reiterou Jaiany Alencar.

Durante a programação haverá distribuição de folders com informações sobre o câncer de mama e palestras educativas feitas por profissionais e colaboradores de instituições envolvidas na campanha Outubro Rosa.

Segundo Jaiany Alencar, a programação está prevista para os dias 27 e 28 deste mês, nos horários da manhã e tarde.

Exame de mamografia

O Estado oferece em média 150 exames semanais, o equivalente a 660 exames/mês. A mamografia é feita pelo Hospital de Clínicas Alberto Lima (HCAL). A coordenadora de Apoio Diagnóstico e Terapêutico da unidade, tecnóloga Rosilene Alencar de Sousa, destacou que, de janeiro a outubro deste ano, foram realizados 6 mil exames de mamografia. Desde a inauguração do serviço de mamografia no HCAL, ocorrida em outubro do ano passado, já foram ofertados cerca de 8 mil exames de mama.

O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Para o exame de mamografia, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) deve apresentar, de imediato, encaminhamento médico com formulário padrão devidamente preenchido, além de xerox do cartão do SUS, Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência.

Dados

O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo, mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. Quando diagnosticado e tratado a tempo, o prognóstico é relativamente bom. Detectado no estágio inicial, a chance de cura do câncer de mama é de 90%. O diagnóstico da doença em estágios mais avançados, reduz as chances de cura para 30%.

Segundo estudos, o câncer de mama é responsável pela morte de 12 mil mulheres por ano. Dessa forma, a campanha Outubro Rosa pretende reunir especialistas (mastologistas), gestores, pesquisadores, profissionais de saúde e a população feminina em geral para discutir políticas públicas e o papel da sociedade no controle da doença. As discussões se darão por intermédio de seminários Outubro Rosa, que serão realizados no Brasil inteiro com o objetivo de ampliar, qualificar e melhorar a qualidade da informação que chega à sociedade a respeito da doença.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.