Chico Terra se apresenta no Projeto Botequim

Em comemoração ao aniversário do site Amazônia Brasil Rádio Web, o evento contará com a participação especial dos cantores, Amadeu Cavalcante, Zé Miguel, Val Milhomem, Negro de Nós, entre outros.

Nesta terça-feira (11), às 21h o Projeto Botequim apresenta uma programação especial. Quem toca nos palcos do botequim é o jornalista e cantor Chico Terra, que comemora também o aniversário de 14 anos do site Amazônia Brasil Rádio Web, da qual é o administrador.

Chico terra nasceu em Macapá no dia 16 de junho de 1956 pelas mãos de uma parteira tradicional chamada Domingas, sua mãe de leite, na mesma casa em que reside até a atualidade na A.V Padre Júlio. O contato com musica se deu muito cedo quando aos 10 anos venceu o concurso chamado “Clube do Guri” que acontecia aos domingos na sede do cruzeiro esporte clube em Macapá, altos do hotel Glória cantando uma musica chamada “parabéns querida” de Roberta Livi, imitando o sotaque do compositor espanhol.

Aos 12 anos de idade, ganha de presente seu primeiro violão, um tonante de cordas de aço do mestre Raimundo Candido Figueiredo que lhe ensinou os primeiros acordes.

Em 1973 Chico, vai trabalhar como operário da construção civil nas obras da rodovia perimetral norte do Amapá. Sempre com violão a tira colo inaugura um prostibulo cantando musica de Odair José, Fernando Mendes e Roberto Carlos á luz de lamparinas. Em 1976, auge da ditadura militar, transfere-se para Minas Gerais, onde ainda operário, participa da inauguração da Fiat Automóveis S/A em Betim na presença do General Ernesto Geisel. Em Minas, foi influenciado pela turma do clube da esquina em evidencia na época, onde se encanta em particular com a musica de Milton Nascimento e Chico Buarque de Holanda.

De volta a Macapá em 1983, Chico Terra passa a tocar em bares da época, entre eles Balaio, Lenon, Macapá Hotel, AABB e celeiro onde fez muito sucesso e na pizzaria zero grau onde tocaria cinco anos ininterruptos ao lado do parceiro José Espindola. Junto com musico Pedro Carmona, é o primeiro a fazer a musica ao vivo nos quiosques da Beira Rio quando tocou no maresias e vou vivendo.

Ao completar 52 anos de idade e 40 de musica, Chico Terra compõe a primeira musica. Reforma Amazongrafica é um grito amazônico em favor da Amazônia em tempos de reforma ortográfica. A ideia da musica surgiu quando Chico esteve em porto Velho(RO) participando como jurado no Festcine Amazônico, ao visitar o inicio das obras do rio Madeira. Lá conheceu Elenira, filha do ambientalista Chico Mendes, de quem tirou a inspiração para escrever a musica.

Chico Terra além de musico é fotografo e jornalista. O trabalho jornalístico do artista pode ser encontrado no site:http://chicoterra.com.

Fernanda Picanço

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.