CCFA apoia o lançamento do livro ‘Os mineiros da floresta’, nesta terça-feira

Com apoio do Centro Cultural Franco Amapaense (CCFA), acontece nesta terça-feira, 2, às 19h, no salão de eventos da instituição, o lançamento do livro ‘Os mineiros da floresta’: Modernização, sociabilidade e a formação do caboclo-operário no início da mineração industrial amazônica.

De autoria de Adalberto Paz, o livro analisa as transformações socioculturais relacionadas à instalação do primeiro grande projeto de mineração na Amazônia, como a exploração das minas de manganês do Amapá, entre as décadas de 1940 e 1960.

O livro também relata como viviam as populações voltadas essencialmente para o extrativismo no qual foram incorporadas à lógica capitalista do trabalho regular, hierarquizado e assalariado.

Nesse empreendimento, a construção de duas "cidades-operárias" (Serra do Navio e Vila Amazonas), no interior da Floresta Amazônica, ambicionava a formação de um tipo específico de trabalhador e de família, forjando comunidades orientadas pela busca da harmonia entre capital e trabalho.

Adalberto Paz é professor dos cursos de História da Universidade Federal do Amapá, cursa doutorado em História Social na Universidade Estadual de Campinas e atua em grupos de pesquisa nas duas instituições.

Tem experiência de ensino e pesquisa na Educação Básica, Superior e Pós-graduação. É sócio-fundador da seção Amapá da Associação Nacional de História e editor da revista Tempo Amazônico.

O livro "Os mineiros da floresta" é o resultado da sua dissertação de mestrado em História Social do Trabalho, desenvolvida na Universidade de Campinas entre 2009 e 2011.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.