Educa

Sebrae realiza 1º Encontro do Serviço Automotivo no Amapá

Empresários do segmento automotivopreocupados em conquistar e atender bem os clientes, melhorar serviços e fugir da forte concorrência, reúnem o setor e apostam cada vez mais na especialização,troca de experiência e montam o quadro evolutivo no setor

Jorge Abreu

O 1º Encontro do Serviço Automotivo no Amapá, acontece no Auditório de Treinamento do Sebrae, em Macapá, na próxima segunda-feira (15), às 19h. O evento é voltado aos empresários do segmento automotivo que fazem parte do Projeto Reparadores de Veículos de Macapá e Santana, e tem o objetivo disseminar experiências com as práticas que vem sendo adotadas por várias empresas, como forma de aperfeiçoar os resultados, garantir a qualidade dos serviços e obter maior rentabilidade no negócio.

Para a gestora do Projeto Reparadores de Veículos de Macapá e Santana do Sebrae, Ademilce Ataíde, a participação das empresas no cenário mercadológico é de grande importância para o desenvolvimento do setor. “Nesse sentido, as informações somam vantagens para as oficinas, sendo uma forma de lidar com novas tecnologias”, explica a gestora do Projeto Reparadores de Veículos de Macapá e Santana do Sebrae, Ademilce Ataíde, dizendo que, no evento, o empresário monta e visualiza o quadro de evolução dos próprios empreendimentos no mercado com o acompanhamento de inovação e soluções do Sebrae.

Mercado

As oficinas especializadas são de fato um nicho de mercado, mas que precisa ser analisado cuidadosamente. As opções de segmentação são muitas. Na parte de mecânica, por exemplo, as mais comuns são: câmbio automático, direção hidráulica, injeção eletrônica (emissões de gases) e refrigeração (ar-condicionado). Com relação ao undercar, os serviços predominantes são referentes à suspensão em geral, alinhamento e balanceamento. Isso sem considerar as oficinas exclusivas de funilaria e pintura.

Uma oficina para mulheres

No clima de diversidade de especializações, a oficina Meu Mecânico, localizada na cidade de Ceilândia (DF), atende exclusivamente mulheres. Sua fundadora, a empresária Agda Oliver, vencedora do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, resolveu abrir o empreendimento após ser enganada por um mecânico que incluiu peças que nem eram daquele modelo em seu orçamento. Agora, com faturamento de R$ 50 mil por mês, a empreendedora já projeta uma filial da empresa. Entre as estratégias para atrair as clientes está o vale-manicure, que permite que elas façam as unhas enquanto seu veículo é consertado.

Com parceria do Sindicato da Indústria e Reparação Automotiva do Amapá (Sindrepa) e Associação das Empresas Reparadoras do Amapá (AERA), o encontro conta com mesa redonda sob a condução da consultora e coach, Geni Frota.

Fonte: http://www.revistamercadoautomotivo.com.br/Revista-Mercado-Automotivo.php?e=12

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.