Mais de 600 embarcações foram notificadas no Amapá em 2018 por causa de irregularidades

A Capitania dos Portos no Amapá notificou, em 2018, 641 embarcações por causa de irregularidades. Pouco mais de 100 chegaram a ser apreendidas.

Cerca de 40 eixos de barcos receberam cobertura; a medida é um esforço para evitar o escalpelamento – que é o arrancamento brusco do couro cabeludo, ainda comum na região amazônica, pelo motor ou pelas hélices das chamadas voadoras.

No total, 4.700 embarcações foram vistoriadas.

A principal infração cometida pelos condutores foi conduzir a embarcação ou contratar tripulante sem habilitação para operar. Nesta situação foram 69 registros.

Em segundo lugar entre as ilegalidades está o porte de certificados ou documentos exigidos com prazo de validade vencido. Foram 63 infrações.

Entre as demais irregularidades verificadas estão: a falta das luzes de navegação, equipamento para salvamento incompleto; e não portar o documento de registro ou de inscrição da embarcação.

EBC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.