Educa

Defesa Civil Estadual vai ao Jari avaliar situação de emergência

Prefeitura de Vitória do Jari já decretou situação de emergência, pois com apenas 30cm acima do nível normal, o rio inundou ruas e casas.

Uma equipe da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cedec) segue viajem nesta quarta-feira, 22, para a região sul do Amapá para prestar auxílio aos moradores que já começam a ser afetados com a elevação do nível do Rio Jari nos municípios de Laranjal do Jari e Vitória do Jari. Em Vitória, a prefeitura já decretou situação de emergência porque lá o rio alcançou mais de 30 cm cima do nível normal.

Técnicos da Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims), também devem se deslocar esta semana para fazer o cadastro das famílias e outras ações. Enquanto isso, a Defesa Civil Municipal está levantando a quantidade de famílias atingidas em conjunto com o 6º Grupamento de Bombeiros Militar (6º GBM).

“Com a presença da Defesa Civil Estadual na região vamos poder planejar as ações que deverão ser tomadas, em conjunto com outros órgãos do Estado e dos municípios, para prestar assistência à população”, anunciou o subcomandante do Corpo de Bombeiros, coronel Janary Picanço.

Em Vitória do Jari, o nível normal varia entre 2,80m e 3m e, até o momento, oscila entre 3,35m e 3,40m. Na sede do município, a Escola Estadual Munguba teve que suspender as aulas porque o acesso dos alunos à instituição foi prejudicado. E as comunidades rurais de Itapereira e Jarilândia são as mais atingidas até agora. Tem famílias desalojadas e estão sendo levadas para a casa de parentes no Cajari.

Já em Laranjal do Jari, o nível normal varia entre 1,10m e 1,80m e até esta quarta-feira estabilizou em 2,40m, inundando ruas e passarelas do bairro Malvinas e algumas pontes. A distribuição de água também já começa a ser afetada na cidade por causa da inundação. E famílias desabrigadas estão sendo levadas para a quadra da Escola Estadual Mineko Hayashida. Os lugares mais afetados até o momento ficam na zona rural, são as comunidades Boca do Braço, Itapiranga e Padaria.

Portal GEA

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: