Ouça "Episódio 52 - Notícias da Amazônia ao vivo com Lívia Almeida" no Spreaker.

Criminosos se passam por funcionários da Caixa para aplicar golpe do saque do FGTS

Golpistas citam dados pessoais, informações sobre contas do trabalhador e até um valor aproximado a ser sacado, para que a proposta pareça verdadeira

Pollyanna Brêtas, da Agência O Globo

Criminosos estão se passando por funcionários da Caixa Econômica Federal para aplicar golpes, atraindo as vítimas com informações sobre o saque imediato de R$ 500 por conta vinculada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A promessa é de evitar filas e agilizar o atendimento, marcando supostamente o dia e a hora para a retirada do dinheiro. Os golpistas citam dados pessoais, informações sobre contas do trabalhador, número do Cartão Cidadão e até um valor aproximado a ser sacado, para que a proposta pareça verdadeira.

A Caixa ressalta que não envia mensagens sobre os saques das contas vinculadas do FGTS ou que solicitem senhas, dados ou informações pessoais dos trabalhadores. O banco orienta que os cidadãos busquem informações sobre o FGTS disponíveis em seus canais oficiais: pela internet, pelo endereço virtual sobre o FGTS, pelo App FGTS, pelo telefone 0800-724-2019 ou em suas agências.

A instituição financeira informa que não envia links, não solicita agendamento para atendimento presencial nem pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

A Caixa também orienta os clientes a sempre identificarem empregados e colaboradores das agências por meio dos crachás funcionais e a não aceitarem ajuda de pessoas não identificadas.

Via iBahia

Conheça a coleção da Baiuca do Chico Terra

Publicado por Chico Terra em Sábado, 11 de julho de 2020

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: