Cerca de 100 mil fãs devem comparecer ao velório da Marília Mendonça

Cerca de 100 mil fãs devem se despedir da cantora e compositora Marília Mendonça ao longo deste sábado. O velório começa às 8 horas da manhã. O governo de Goiás ofereceu o Goiânia Arena, ao lado do estádio Serra Dourada, para a família da cantora, porque o local tem capacidade de receber o público e manter em prática os protocolos de prevenção à covid-19.

O Corpo de Bombeiros encerrou, na noite desta sexta-feira, a operação na zona rural de Piedade de Caratinga, em Minas Gerais. Foi lá que, durante a tarde, ocorreu o acidente com o avião de pequeno porte que levava a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas. Ninguém sobreviveu.

Os corpos da cantora, do tio dela, Abiceli Silveira Dias Filho; do assessor Henrique Bonfim Ribeiro; do piloto Geraldo Martins de Medeiros e do copiloto Tarcísio Pessoa Viana foram levados para o Instituto Médico Legal de Caratinga.

A Polícia Civil e a Força Aérea Brasileira vão fazer a perícia no local e conduzir as investigações para determinar as causas do acidente. Uma das suspeitas é que o avião caiu após bater num fio de alta tensão. Desde agosto pilotos reclamam que os cabos de energia estão muito próximos da pista de pouso do aeródromo de Caratinga.

Em nota, a Cemig, Companhia Energética de Minas Gerais, confirmou que, antes de cair, o bimotor atingiu um cabo de uma torre de distribuição no município de Caratinga.

A Agência Nacional de Aviação Civil informou que a aeronave estava em situação regular e tinha autorização para fazer táxi aéreo.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, decretou luto oficial de três dias no estado onde Marília Mendonça nasceu e viveu. Nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro disse que o país está em choque e disse que a cantora é “uma das maiores artistas de sua geração”. Bolsonaro acrescentou que o sentimento é de ter perdido alguém muito próximo. E prestou solidariedade aos familiares de Marília e das demais vítimas do acidente.

*Com colaboração de Graziele Bezerra

EBC

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: