Pelo menos 48,5 mil títulos de eleitor serão cancelados no Tocantins

Michelle Moreira

No Tocantins, 48,5 mil eleitores terão os títulos cancelados. Este quantitativo se refere a última fase de revisão eleitoral e cadastramento biométrico no estado que terminou no dia 26 de maio deste ano e foi homologada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no começo desta semana.

Nesta etapa final, pouco mais de 340 mil pessoas fizeram o recadastramento, em 17 zonas eleitorais. Entre as zonas, a que apresentou o maior número de possíveis documentos cancelados foi Araguaína, que engloba eleitores dos municípios de Aragominas, Carmolândia, Muricilândia, Nova Olinda e Santa Fé do Araguaia.

Ao todo o estado conta com 35 zonas.

Já o total do eleitorado do Tocantins, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2016, era de cerca de 1,03 milhão de pessoas. Dessas, 738 mil tinham feito o cadastro biométrico.

O eleitor que tiver o título cancelado vai enfrentar vários problemas. Entre eles, não poderá se inscrever em concurso ou prova para cargo público; não receber vencimentos de função ou emprego público e não conseguir tirar passaporte.

Cabe ressaltar que o título será cancelado e permanecerá assim até que o eleitor procure a Justiça Eleitoral para regularizar sua situação. Ele deve levar documentos pessoais e comprovante de residência.

EBC

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: