AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Sebrae divulga resultados da 9ª Semana do Microempreendedor Individual no Amapá

A Semana do Microempreendedor Individual aconteceu simultaneamente, em todo o Brasil, no período de 8 a 12 de maio. No estado do Amapá, na capital Macapá e nos municípios de Porto Grande, Laranjal do Jari e Oiapoque foram registrados mais de 2.800 atendimentos

 

 

Fernanda Picanço

 

Os números somam mais de 2.800 atendimentos que as unidades do Sebrae, em Macapá, Porto Grande, Laranjal do Jari e Oiapoque realizaram durante a 9ª Semana do Microempreendedor Individual. O evento aconteceu simultaneamente em todo o Brasil, no período de 8 a 13 de maio.

 

Foram ofertadas nas unidades do Sebrae no Amapá, 24 Oficinas SEI, 56 palestras, 2 cursos e apresentados 5 casos de sucessos.

 

Durante o evento aconteceram as oficinas voltadas a gestão de negócios: SEI Vender, SEI Controlar meu Dinheiro, SEI Planejar, SEI Empreender, SEI Unir Forças para Melhorar, SEI Comprar e SEI Administrar.

 

Na edição, foram realizadas em Macapá, 29 palestras, 10 oficinas SEI e mais de 2.500 atendimentos. Em Porto Grande, foram realizadas 9 palestras, 4 oficinas SEI e mais de 50 atendimentos. Já em Laranjal do Jari foram realizados 7 palestras, 5 oficinas SEI e mais de 240 atendimentos. Oiapoque contabilizou 5 oficinas SEI, 2 cursos, 11 palestras e mais de 130 atendimentos.

 

Segundo a coordenadora de eventos e feiras do Sebrae, Kátia Sarmento, o Sebrae realizou uma grande ação em âmbito nacional para o atendimento ao Microempreendedor Individual e candidato a empresário, reunindo num único local os órgãos governamentais envolvidos no processo de formalização dessa categoria empresarial. “O objetivo foi facilitar o atendimento ao empreendedor que buscava por orientação técnica sobre gestão de empresas, baixa e formalização empresarial, alteração cadastral e capacitações para adquirir e atualizar conhecimentos frente a gestão de seus negócios. Estamos satisfeitos com os resultados da semana do microempreendedor, pois conseguimos atender de forma gratuita, a todos que foram as unidades do Sebrae buscar informações e soluções para as questões do dia-a-dia das empresas”, disse a coordenadora de eventos e feiras do Sebrae, Kátia Sarmento.

 

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Amapá, Mateus Silva, agradeceu a toda a equipe pela execução da Semana do MEI. “É muito importante o trabalho do parceiro no desenvolvimento do Microempreendedor Individual, principalmente pela situação que vive nosso país, e observamos que os números superaram as expectativas, esperamos que em 2018, possamos viver um novo cenário econômico e fortalecer a econômica local”, declarou o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Amapá, Mateus Silva.

 

O diretor de administração e finanças do Sebrae, Waldeir Ribeiro, agradeceu o apoio dos parceiros no evento. “A participação dos parceiros foi essencial para o sucesso do evento, conseguimos levar atendimentos aos municípios do estado, e isso mostra que a procura pelo conhecimento tem sido maior, e o Sebrae vem cumprindo o seu papel em levar esse conhecimento para o fortalecimento e aumento dessa figura jurídica que são os microempreendedores no estado do Amapá”, destacou o diretor de administração e finanças do Sebrae, Waldeir Ribeiro.

 

O conselheiro do Sebrae e presidente da Federação das Entidades de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Amapa (Femicro), Raimundo Batista, ressaltou que a Semana do MEI cumpriu sua missão de incentivar e reforçar o espírito empreendedor nos empresários.

 

O conselheiro do Sebrae e gerente geral do Banco da Amazônia,  Gleidson Guimarães, disse que a Semana do MEI foi muito importante, “precisamos absorver da melhor forma possível todo o ensinamento que a Semana do MEI proporcionou à todos os empreendedores, pois foram realizadas oficinas, palestras e atendimentos especializados à esse empreendedor”, finalizou.

 

Parceiros

 

Em 2017, a 9ª Semana do MEI contou com orientações técnicas e palestras de 23 parceiros, entre eles: Agência de Fomento do Amapá (Afap), Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (MTE), Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios), Federação das Entidades das Micro e Pequenas Empresas (Femicro), Associação dos Microempreendedores Individuais do Estado do Amapá (Amei), Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), Junta Comercial do Amapá (Jucap), Receita Federal do Brasil (RFB), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Semduh), Secretaria Municipal de Finanças (Semfi), Coordenação de Vigilância Sanitária (CVS), Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Amapá (Sescap), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec) e Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego (Sete).

 

MEI

 

Segundo dados estatísticos do Portal do Empreendedor, existe no Brasil o registro de 6.840.950 microempreendedores individuais, 15% a mais do que em 2016. No Estado do Amapá foram formalizados até fevereiro de 2017, 14.070 MEI, gerando aumento de 11,71% a mais que o mesmo período de 2016.

 

A capital do Amapá, Macapá, é o município que concentra o maior número de empreendedores formalizados no estado, ao todo são 9.797 MEI. O segmento com mais empreendedores são vestuários, beleza, construção, alimentos e bebidas.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: