Banho quente pode ser tão efetivo para a depressão quanto exercícios

Estudo mostra que a temperatura quente pode melhorar o humor e afastar a tristeza

Ariane Alves

São Paulo – Um banho relaxante pode significar uma pausa na rotina estressante, além de ser benéfico para a pele por ajudar a reter óleos naturais, segundo dermatologistas. Agora, cientistas querem acrescentar mais um benefício para a lista, o de auxiliar no alívio da depressão.

Um estudo feito pela Universidade de Friburgo, na Alemanha, observou 45 participantes com depressão moderada e severa por oito semanas. Todos foram orientados a fazer exercícios físicos por 45 minutos ou a tomar um banho quente de 30 minutos, relaxando em seguida com garrafas de água quente e um cobertor por 20 minutos, ambos duas vezes na semana.

Os participantes tinham seus graus de depressão medidos segundo a Escala de Avaliação de Depressão de Hamilton (HAM-D), que varia de 1 a 50 pontos e apresentava uma média de 21.7 para o grupo avaliado. Aqueles que optaram pelo banho quente disseram notar uma diminuição de seis pontos em sua escala, enquanto os que fizeram exercícios notaram apenas três.

Veja mais no site da Exame

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: