Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

Confira locais onde comprar peixe mais barato em Macapá

Peixe Vivo repete sucesso de edições anteriores e população garante almoço da Semana Santa

“Garanti o almoço da sexta-feira santa. Saio satisfeita com meu peixe, verduras, e o melhor, com dinheiro que sobrou no bolso. Achei o projeto excelente, uma oportunidade para quem aprecia produtos de qualidade, por um preço acessível”, declara Ivanildes de Souza sobre o Peixe Vivo, projeto idealizado pela Prefeitura de Macapá e coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec). A programação está montada em três pontos diferentes a cada dia, com pescado ao preço popular de R$ 10,00 o quilo, até quinta-feira, 18, sempre a partir das 8h.

Estão sendo comercializadas 9 toneladas de pescado. Nesta edição do projeto, Tambaqui e Pirapitinga são as espécies que estão sendo vendidas. Cada peixe pesa em média 2 quilos. A população conta ainda com a Feira da Agricultura Familiar, com comercialização de verduras, hortaliças, pimenta, farinha e tucupi. O presidente da Associação da Vila do Valdemar (Aprova), do distrito do Coração, o piscicultor Erinaldo Siqueira, participa pela quarta vez do projeto e com sorriso no rosto, por estar faturando um bom dinheiro. “É um excelente projeto, porque oportuniza circular renda entre os produtores e oferta um produto de qualidade à população”, comemora.

No Peixe Vivo, a prefeitura constrói os tanques de peixes e são disponibilizados os alevinos e o caminhão para o transporte. O piscicultor é responsável por toda a criação do peixe até atingir o tamanho para a venda. “Nesta edição, temos produtores da região do polo da Fazendinha, distritos do Coração e Mel da Pedreira. O Peixe Vivo deu certo. Às 11h, já tinham sido vendidos todos os peixes dos três pontos, amanhã teremos mais. Oportunizamos manter a tradição quanto ao consumo de peixe durante a Semana Santa, tanto para quem vende quanto para quem consome”, enfatiza o titular da Semdec, Isaias Carvalho.

Confira o calendário:

17/04 (quarta-feira)

– Residencial Jardim Açucena – galpão dos empreendedores;

– Congós – Av. Claudomiro de Moraes com a 7ª Av. dos Congós;

– Zerão – segunda arena do bairro.

18/04 (quinta-feira)

– Laguinho – Praça Chico Noé;

– Cabralzinho – praça do bairro;

– Marabaixo III – arena esportiva do bairro.

Assessoria de Comunicação/Semdec

Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: