Seis brasileiros são encontrados mortos em apartamento no Chile

As informações preliminares dão conta que a possível causa das mortes é a inalação de monóxido de carbono. O prédio está localizado no Centro de Santiago do Chile

Seis turistas brasileiros morreram nesta quarta-feira em um apartamento de Santiago após terem inalado gás, supostamente monóxido de carbono, informou o comandante da polícia da capital chilena. Eles estavam de férias e tinham alugado um apartamento no Centro da cidade, onde sentiram um mal-estar físico, o que os levou a pedir ajuda ao cônsul brasileiro, que se dirigiu ao local, acompanhado de policiais.

Quando a equipe chegou ao local, na Rua Santo Domingo, a cerca de 12 quarteirões do Palácio de La Moneda, sede do governo chileno, os policiais tiveram de arrombar o apartamento, onde encontraram os corpos. “Pudemos constatar que havia seis pessoas falecidas, quatro adultos e dois menores, e que possivelmente sua morte teria sido provocada por emanação de gás”, afirmou o comandante Rodrigo Soto à imprensa local.

O Corpo de Bombeiros procedeu à evacuação imediata do edifício. Depois, foram feitas medições no apartamento, onde se descobriram altas concentrações de monóxido de carbono, gás que não tem cheiro e cuja inalação provoca a morte.

Veja mais no Estado de Minas

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: