AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Moradores de rua são acolhidos com ação social

A Prefeitura de Macapá promoveu ação social para moradores de rua nesta quarta-feira, 11, na Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast). O objetivo foi reforçar o serviço social e de saúde para essa parcela da população, levando atendimento aos profissionais do sexo, usuários de substâncias psicoativas, moradores de rua, dentre outros. As secretarias municipais de Assistência Social e do Trabalho (Semast) e de Saúde (Semsa) foram as instituições responsáveis pela ação.

Foram oferecidos atendimento de enfermagem, aferição de pressão arterial, verificação de glicemia, consultas médicas, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite, consultas com psicólogos, assistentes sociais e palestras. A Semast proporcionou serviços socioassistenciais, como inclusão no Cadastro Único, inscrição nos cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e atendimentos a pessoas que foram vítimas de violência pelo fato de estarem em situação de risco.

A coordenadora municipal de Saúde Mental e do Consultório na Rua da Semsa, Aimara Freitas, avaliou a ação como positiva. "Para nós, é muito positivo conseguir atingir nosso público-alvo e divulgar os serviços de saúde que temos disponíveis para eles através do programa Consultório na Rua". A secretária interina de Assistência Social, Sandra Smith, falou da importância do acolhimento dessa população. "A Prefeitura de Macapá está implementando políticas públicas de assistência social que possam resgatar a população em situação de rua, como os profissionais do sexo e usuários de substâncias psicoativas para devolvê-los ao seio familiar".

Moradora de rua há mais de dez anos, Heliana Vieira participou da programação e disse que se sentiu acolhida pela equipe. "Eu decidi morar na rua desde que meu marido começou a me humilhar e agredir. Estou me sentindo gente de verdade, e vejo que as pessoas querem me ajudar a sair do alcoolismo". A ação também contou com o apoio do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), com o Serviço de Abordagem Social, Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro POP – Amizade), Unidade Básica de Saúde do Perpétuo Socorro e Secretaria de Políticas para as Mulheres (SEPM). Os resultados da ação serão divulgados na sexta-feira, 13, pelas coordenações.

Jamile Moreira/Asscom Semsa e Lílian Monteiro/Asscom Semast

Fotos: Max Renê

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: