AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Bailique: prefeitura adota medidas emergenciais para atender as comunidades

O prefeito Clécio Luís reuniu na manhã desta sexta-feira, 13, representantes de órgãos de controle e saúde da Prefeitura de Macapá, Defesa Civil, autoridades e a imprensa local para anunciar as medidas emergenciais tomadas para auxiliar as famílias atingidas pelo fenômeno chamado de “terras caídas”, que vem ocorrendo nas últimas semanas no distrito do Bailique. A realocação de famílias e a restituição da Unidade Básica de Saúde da Vila Progresso são as primeiras ações a serem feitas pelo Município nos próximos dias.

Clécio explicou que o decreto de situação de emergência foi adotado para resolver problemas pontuais enfrentados pelas comunidades no distrito, dando resposta mais rápida às famílias, além de oferecer transparência ao processo, a fim de que as autoridades acompanhem as medidas. “Hoje, mais de 30 casas apresentam risco de desabar. A escola e boa parte das principais passarelas já caíram, e a unidade de saúde não deveresistir”, disse o prefeito, que esteve na última quarta-feira, 11, nas comunidades.

Na prática, a Prefeitura de Macapá construirá provisoriamente outra UBS em um local já identificado. As famílias atingidas serão realocadas para outra área na Vila Progresso nos próximos dias. “Vamos reforçar o atendimento na unidade de saúde da Vila Progresso com a ambulancha, embarcações e, se necessário, o aluguel de aeronave, além da limpeza da pista. Daremos celeridade à obra de construção da unidade provisória do posto e auxílio às famílias através da assistência social”, informou o prefeito.

O prefeito entregou aos vereadores de Macapá e ao representante da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Lemos, o relatório realizado pela coordenação da Defesa Civil Municipal sobre a erosão no distrito e algumas comunidades ribeirinhas. O presidente da Câmara Municipal de Macapá, Acácio Favacho, disse que a decisão é a mais importante neste momento e propôs que as ações sejam acompanhadas através de uma comissão mista, em conjunto com a Assembleia Legislativa. “É necessário que as outras autoridades tenham conhecimento da real situação, auxiliem e se sensibilizem com a situação dar celeridade às ações”, acrescentou o parlamentar.

Relatório

De acordo com o último relatório da Defesa Civil Municipal, na Vila Progresso a erosão provocada pelas chuvas já danificou 10 estruturas, entre elas sete residências, a Unidade Básica de Saúde, uma igreja e uma escola estadual que estava desativada. O relatório aponta ainda que 39 estruturas estão em risco eminente de desabar, e compreendem a residências, estabelecimentos comerciais, prédios públicos e um porto em concreto armado, que já foi interditado. A Defesa Civil Municipal continuará monitorando as áreas.

Investimentos

Dos investimentos a serem realizados no distrito do Bailique, a Prefeitura de Macapá prevê a construção de uma passarela no Projeto de Assentamento Agroextrativista durável da Ilha do Bailique, no valor de R$ 48 mil, resultado de emenda da deputada federal Fátima Pelaes, a construção de uma UBS na Vila Progresso no valor de R$ 773 mil, emenda da deputada federal Dalva Figueiredo, a reforma do Posto de Saúde da Freguesia, no valor de R$ 124 mil, e a construção da unidade de saúde de Itamatatuba, no valor de R$ 2.518,800 milhões, emendas do senador Randolfe Rodrigues.

Andreza Sanches/ Asscom PMM
Fotos: Max Renê

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: