Bailique à mercê da sorte

As imagens que chegam da Vila Progresso enviadas por moradores, mostram o abandono da comunidade que vem sofrendo com o desmoronamento das margens do rio Marinheiro. Conforme assessoria, a Prefeitura e a Câmara de Vereadores estão acompanhando de perto a situação do Bailique. No final do mês uma grande ação da PMM será feita lá e até uma sessão itinerante da Câmara será realizada. Cerca de 250 servidores irão passar 3 dias lá desenvolvendo ações de saúde, jurídicas, de assistência social e com todos os demais serviços da PMM.

image

image

image

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: