Projeto Peixe Vivo retorna ao bairro Santa Inês

Neste sábado, 30, o projeto Peixe Vivo estará, mais uma vez, no bairro Santa Inês para levar uma tonelada de tambaqui e pirapitinga ao preço de R$ 10,00, o quilo, para a população. Esta é a terceira vez que o projeto estará na comunidade. O bairro Santa Inês abre a primeira ação de 2016, dentro do Programa Municipal de Incentivo à Piscicultura, que no ano anterior comercializou 8 toneladas de peixe vivo criado em cativeiro. A meta agora é superar esse número, dobrando a oferta para a população de peixes produzidos nos tanques escavados pela prefeitura em áreas pertencentes às famílias agricultoras dos distritos de Macapá.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), coordenadora do programa, escavou somente no ano passado 102 tanques e vem beneficiando mais de 300 agricultores e pequenos produtores rurais. O projeto é a etapa final do programa, criado em 2013, para incentivar o primeiro setor. Os piscicultores recebem a escavação dos tanques com até 1.500 m² e os alevinos para darem os primeiros passos na produção. Após a despesca, cerca de 8 a 9 meses do início do cultivo, o peixe é retirado dos tanques e transportado em um caminhão adquirido pelo Município, com capacidade para 5 mil quilos do produto e com sistema de oxigenação, até os postos de venda.

Serviço

Data: 30/01 (sábado)

Hora: 7h30 às 12h

Local: Praça do bairro Santa Inês (em frente à Escola Antônio Barbosa)

Ruth Carrera/Asscom Semdec

Contato: 99127 1475

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: